Seleção chinesa de canoagem prolonga estágio em Portugal

Seleção asiática está quase há dois meses em Portugal devido ao surto do coronavírus.

A seleção chinesa de canoagem sprint vai continuar em Portugal, onde está a estagiar há quase dois meses, em vez de regressar à China, devido ao surto do coronavírus.

Manuel Ramos, proprietário da Nelo, fabricante portuguesa de caiaques e canoas de competição, confirmou à Lusa que a equipa vai permanecer no Centro de Alto Rendimento da Nelo, na barragem da Aguieira, em Viseu, até abril.

O plano original previa que a equipa voltasse à China, para preparar o Campeonato Asiático de Canoagem, marcado para o final de março, na Tailândia, explicou a Administração Geral de Desporto chinesa. O torneio irá servir ainda de qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio'2020.

Mas, face ao surto de coronavírus, a seleção vai continuar a treinar em Portugal, referiu a Administração num comunicado.

De acordo com a página da Nelo na internet, a equipa chinesa de canoagem sprint conta com 65 atletas.

A China elevou para 563 mortos e mais de 28 mil infetados o balanço do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus detetado em dezembro passado, em Wuhan, capital da província de Hubei, entretanto já colocada sob quarentena.

O surto obrigou a suspender vários eventos desportivos internacionais organizados pela China, incluindo os Mundiais de atletismo em pista coberta, que estavam marcados para março em Nanjing.

Há outros casos de infeção confirmados em mais de 20 países, incluindo 25 casos na Tailândia.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.