Sintra Portugal Pro 2019 reúne os melhores bodyboarders do Mundo a partir do dia 10

Entre os nomes da 24.ª edição da prova destaque para Pierre Louis Costes, Tanner McDaniel e Tristan Roberts

Pierre Louis Costes a fazer trabalho específico no ginásio
Pierre Louis Costes a fazer trabalho específico no ginásio
Pierre Louis Costes a fazer trabalho específico no ginásio

O Sintra Portugal Pro está à porta, para, de 10 a 15 de setembro, celebrar a sua 24ª edição. E, mais uma vez, com um papel decisivo nas contas dos títulos mundiais open masculino, open feminino e dropknee.

Entre os nomes mais sonantes desta edição,  e na corrida ao título masculino, destaque para Pierre Louis Costes, francês radicado em Portugal há quase uma década, o havaiano Tanner McDaniel ou o sul-africano Tristan Roberts.

Pierre Louis Costes, duas vezes campeão mundial e duas vezes campeão do Sintra Portugal Pro e o líder do ranking da APB (Association of Professional Bodyboarders) sabe bem a importância que a etapa portuguesa poderá ter nas contas finais do Mundial. Sobretudo depois de ter vencido a etapa de Kiama, na Austrália.

"O objetivo é sempre ganhar mas este ano o Sintra é mais importante porque tem pontos que podem decidir muita coisa no circuito mundial. O meu objetivo é tentar substituir a minha vitória na prova de Pipeline que não era tão pontuada", explica Pierre Louis Costes em português perfeito, fruto da aprendizagem de 8 anos a viver em Portugal onde também casou e constituiu família.

Este é um ano de mudança para Pierre Louis Costes. E mudança em vários aspetos da sua vida. Talvez pela primeira vez desde que explodiu na cena internacional, com apenas 14 anos, PLC já não é a mais jovem vedeta do tour na disputa pelo título e, aos 29 anos, sente agora a necessidade de se concentrar noutras vertentes do treino que nunca foram grande preocupação. Por exemplo, no trabalho específico de ginásio e fisioterapia com efeitos preventivos e corretivos:

"É engraçado, ou melhor, a lógica da vida: estou a ver Tanner McDaniel e Tristan Roberts ou o haviano Sammy Morretino como os mais fortes. É a nova geração, os mais novos que estão a aparecer. Sabia que este dia iria chegar e está a acontecer. Parece que foi ontem que estava na posição deles, como o mais novo do tour. Agora tenho quase 30 anos e chegou a uma altura em que o nível técnico não é suficiente. O meu corpo sofreu, pois fazemos coisas dentro de água que não são...recomendáveis, e este ano tive uma pequena lesão que me fez visitar um fisioterapeuta e tenho feito, desde aí, um trabalho específico que tem tido impacto muito positivo."

O Sintra Portugal Pro arranca dia 10, com trials de acesso à prova principal e período de espera até dia 15. São esperados cerca de 100 bodyboarders de todo o Mundo. Entre os portugueses, destaque para Joana Schenker, quinta do ranking mundial feminino e uma referência para a brasileira quatro vezes campeão mundial Isabela Sousa, atleta do Estoril Praia que vive e treina em Portugal há dois anos.


Bodyboard

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.