Vladimir Putin garante que meldonium não é substância dopante

Presidente russo defende vários atletas que acusaram positivo

• Foto: epa

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou esta quinta-feira que o meldonium, uma substância proibida desde o início do ano pela Agência Mundial Antidopagem (AMA), "não é uma substância dopante" e não tem impacto no desempenho dos atletas.

"Este produto [meldonium] nunca foi dopante e não influencia a prestação dos atletas", afirmou Putin numa entrevista a uma televisão russa.

Segundo Vladimir Putin, o meldonium apenas "mantém em boa forma o músculo cardíaco, quando este é submetido a grandes esforços".

O meldonium (ou mildronate) é um fármaco, proibido na Europa Ocidental e nos Estados Unidos, recomendado para combater a insuficiência cardiovascular e permite que o coração suporte grandes cargas de trabalho físico ou intelectual.

A AMA decidiu proibi-lo a 01 de janeiro deste ano, após receber dados alarmantes que confirmavam o seu uso recorrente por parte de desportistas profissionais nos países resultantes do desmembramento da União Soviética.

Desde o início do ano, a AMA contabilizou 172 casos de doping por meldonium, entre ao quais cerca de 40 atletas russos, entre eles a tenista Maria Sharapova, desde que a substância começou a fazer parte da lista de substâncias proibidas.

Na quarta-feira, a AMA suavizou as sanções por consumo do fármaco cardiovascular meldonium, equiparando os casos em que a prova de dopagem contenha menos de uma micrograma da substância, e que tenha sido tomado antes de 01 de março, serão equiparados aos ocorridos antes da inclusão do meldonium na lista de substâncias proibidas.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.