Portugal nos Mundiais de trampolins com ambição de garantir vagas olímpicas

Oito finalistas masculinos e femininos asseguram lugar nos Jogos Olímpicos

• Foto: Direitos Reservados

Portugal parte para os Mundiais de trampolins, que decorrem em Tóquio, entre 28 de novembro e 1 de dezembro, com o objetivo de garantir vagas, em femininos e masculinos, para os Jogos Olímpicos de 2020.

Com uma representação de sete atletas - quatro em masculinos e três em femininos - Isabel Falcão, diretora técnica da ginástica de trampolins, assumiu, em declarações à agência Lusa, a ambição de assegurar vagas, lembrando que estas "são para o país e não nominais".

"A nossa ambição é termos um finalista em masculinos e outro em femininos", afirmou Isabel Falcão, admitindo que "poderá ser mais fácil atingir o objetivo no setor masculino".

Portugal vai estar representado no concurso masculino pelos ginastas Diogo Ganchinho, Diogo Abreu - que já participaram em Jogos Olímpicos - Pedro Ferreira e Ricardo Santos.

"Em femininos, talvez seja mais difícil atingir o objetivo, mas nós acreditamos sempre", disse a responsável, assinalando: "Nos trampolins, tudo é possível".

No Ariake Gymnastics Centre, que vai receber as provas olímpicas das várias disciplinas da ginástica, as representantes lusas em trampolins serão Beatriz Martins, Sílvia Saiote e Mariana Carvalho.

Os oito finalistas dos concursos masculino e feminino asseguram um lugar nos Jogos Olímpicos, que se disputam entre 24 de julho e 9 de agosto de 2020, na capital japonesa, com a limitação de uma vaga por país.

Caso não consigam o apuramento olímpico nos Mundiais de trampolins, os atletas podem ainda garantir vaga para Tóquio'2020 por classificação do ranking, calculado com base no circuito de provas das Taças do Mundo.

Isabel Falcão lembrou os trampolins são uma disciplina olímpica desde os Jogos Sydney'2000 e que "Portugal quer continuar a estar representado, como acontece, ininterruptamente, desde Atenas'2004".

Nos Jogos Olímpicos, ao contrário do que acontece nos Mundiais, em que também competem na variante sincronizada, os atletas apenas disputam os concursos individuais.

Nos Mundiais de Tóquio, Portugal vai também estar representado por seis atletas (quatro masculinos e dois femininos) em duplo mini-trampolim e por quatro (três masculinos e um feminino) em tumbling.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ginástica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.