Daniel da Costa Rodrigues apurado para o US Amateur

O melhor português no ranking mundial amador irá estudar e competir no Texas depois deste “Major”

• Foto: Octavio Passos

Daniel da Costa Rodrigues qualificou-se para o US Amateur de 2020, o mais importante torneio mundial do golfe amador, que este ano irá realizar-se de 10 a 17 de agosto, no Bandon Dunes Golf Resort, no Oregon.

É o primeiro português a jogar a prova desde Ricardo Melo Gouveia e Pedro Figueiredo em 2012, num ano em que Melo Gouveia cometeu a proeza de chegar aos quartos de final.

"Quando recebi a notícia, foi um bocado um explodir de emoções! Senti-me realizado e orgulhoso por representar o meu país, o meu clube, a minha família e todos aqueles que fazem com que eu me torne num melhor jogador todos os dias, naquele que é, para mim, o torneio amador mais importante do mundo", disse "Dani" à Tee Times Golf, em exclusivo para Record.

A federação norte-americana de golfe (USGA) enviou uma mensagem ao n.º2 do Ranking Nacional BPI (classificação para amadores) na qual podia ler-se: "Felicitações por ter ganho o seu distinto lugar na lista de inscritos do 120.º US Amateur Championship (…). Em virtude da categoria 'Ranking Mundial Amador Masculino', dirigida ao top-225 da lista publicada a 24 de junho de 2020, recebeu a sua isenção graças ao ranking de 57.º nessa data".

"Ao longo dos últimos anos o critério para entrar diretamente no torneio era estar no top-50 mundial e tenho estado nesta luta há muito tempo para conseguir atingir esse número e entrar. Felizmente o critério foi alargado e mesmo estando em 57.º entrei diretamente", explicou o jogador do Club de Golf de Miramar, em Vila Nova de Gaia, que já esteve no 50.º lugar do ranking mundial mas, entretanto, tinha perdido algumas posições, sendo o melhor português nesta hierarquia.

A Federação Portuguesa de Golfe (FPG) sente-se prestigiada pelo feito e garante que financiará a aventura norte-americana do campeão nacional amador.

"A FPG está naturalmente disposta a assegurar a participação do "Dani" nesta importante deslocação ao US Amateur", garantiu Miguel Franco de Sousa.

"Estamos muito orgulhosos com este feito do "Dani". É uma grande conquista para o golfe português. Ter um jogador luso num "Major", que teve vencedores como Bobby Jones, Jack Nicklaus ou Tiger Woods, é algo de muito importante e motivador. Não posso deixar de dar os parabéns ao "Dani" e ao Club de Golf de Miramar pelo trabalho desenvolvido, acreditando numa prestação digna do nosso jogador neste US Amateur", acrescentou o presidente da FPG.

A situação crítica da pandemia da COVID-19 nos Estados Unidos, com mais de 2,606 milhões de infetados e mais de 126 mil óbitos, não assusta demasiadamente o jogador, até porque o PGA Tour, que já retomou a sua atividade há um mês, tem conseguido desenrolar-se com um escasso número de infetados, demonstrando que o golfe está a conseguir gerir em segurança os torneios na América do Norte.

Para mais, Daniel da Costa Rodrigues tem prevista a sua ida para os Estados Unidos no verão para estudar e competir: "Estou claramente a pensar em ir jogar o US Amateur, não obstante as condições em que nos encontramos. Em relação à ida para os Estados Unidos, vou para a universidade em inícios de agosto, para o Texas, depois do US Amateur".

A qualificação para o US Amateur serve como prémio de consolação pelo cancelamento em 2020 do Campeonato do Mundo Amador (Eisenhower Trophy), para o qual "Dani" estaria convocado, integrado na seleção nacional de FPG.

Daniel da Costa Rodrigues, Pedro Lencart e Pedro Silva são os portugueses que detêm o estatuto de Esperanças Olímpicas para Paris-2024 e incorporam o regime de Alto Rendimento do IPDJ.

"Dani" tem-se cotado como um dos melhores amadores portugueses de sempre desde 2019, conseguindo alguns registos dignos de Nuno Brito e Cunha, José Sousa e Melo, Pedro Figueiredo, Ricardo Melo Gouveia e Pedro Lencart.

No ano passado conquistou o Campeonato Internacional Amador de Portugal, venceu o Campeonato Nacional Amador Audi e foi o melhor jogador da seleção amadora da Europa Continental que venceu o 52.º Troféu Jacques Léglise, em Inglaterra, ganhando todos os seus quatro encontros. Foi ainda 3.º no Orlando International Junior Amateur, 3.º no Campeonato Abierto de Madrid, 6.º no German Boys, 9.º no Boys Amateur, e já este ano 5.º no Spanish Amateur Copa S.M. El Rey.

"Dani" já tem jogado também torneios profissionais, com destaque para a passagem do cut no Open de Portugal @ Morgado Golf Resort do Challenge Tour, em 2019, quando tinha apenas 17 anos, e o 6.º lugar no ano passado num torneio do Portugal Pro Golf Tour em Pinheiros Altos. 

O golfe mundial amador tem apenas dois torneios entre os quatro "Majors" do golfe profissional: o British Amateur (ou Amateur Championship) e o US Amateur Championship.

Nos últimos tempos, os melhores resultados de portugueses nestes "Majors" amadores foram os quartos de final de Ricardo Melo Gouveia no US Amateur de 2012 em Cherry Hill no Illinois, os quartos de final de Pedro Figueiredo no British Amateur de 2008 em Turnberry na Escócia, os oitavos de final de Pedro Figueiredo e Ricardo Melo Gouveia no British Amateur de 2012 em Royal Troon na Escócia, e os 1/16 final de João Carlota no British Amateur em 2014 em Royal Portsush na Irlanda do Norte.

Hugo Ribeiro / Tee Times Golf (teetimes.pt) para Record

Por Hugo Ribeiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Golfe

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0