Hugo Santos campeão da Taça Ibérica

Portugal bate Espanha na prova

Hugo Santos conquistou o seu primeiro título do ano na 2ª Taça Ibérica, o torneio de 20 mil euros em prémios monetários, que esta sexta-feira terminou no Guardian Bom Sucesso Golf, em Óbidos, sob a égide das PGA’s de Portugal e Espanha.

O profissional da Wilson Staff foi o único dos 23 participantes a conseguir jogar duas voltas seguidas abaixo do Par e, sob condições ventosas, concluiu a 3ª e última volta em 70 (-2), depois de ontem ter obtido o melhor cartão da prova, em 68 (-4), para vencer com um agregado de 212 (-4).

"Pensei que já não ganhava há muito tempo e talvez me tenha agarrado a isso, a querer muito ganhar. Foi uma grande satisfação. Passados tantos meses, voltar a ter esta sensação de gerir a pressão, de gerir o resultado, quase que parecia que era uma sensação nova e hoje, mais uma vez, dominei os nervos. Acho que esta Taça Ibérica foi uma excelente iniciativa", disse o campeão nacional de 2012.

Hugo Santos, irmão mais velho de Ricardo Santos, referiu-se à pressão que sentiu e dominou porque teve um rival à altura na pessoa de João Ramos, batido apenas pela margem mínima de 1 pancada, tendo sido capaz de levar a decisão do título até ao último buraco.

Tudo parecia decidido quando ambos iniciaram o penúltimo buraco com Santos a deter 3 pancadas de vantagem, mas Ramos arrancou 1 precioso eagle, enquanto Santos sofreu 1 bogey no "buraco-assinatura" do desenho de Donald Steel.

Ramos (71+72+70), profissional do Oitavos Dunes, estava a exercer enorme pressão, com birdie no 16 e eagle no 17, mas o seu 6º bogey do dia, no 18, impediu-o de ir a play-off e Santos contentou-se com um Par, arrancado a ferros no 18, para vencer e suceder na lista de campeões a Tiago Cruz.

João Carlota (72+71+74), que tinha andado sempre no 2º lugar, terminou em 3º, a 5 pancadas de Hugo Santos, enquanto na classificação coletiva a PGA de Portugal venceu pela primeira vez esta Taça Ibérica, depois de no ano passado a PGA de Espanha ter-se imposto em Cáceres.

O melhor jogador espanhol foi Francisco Pérez (75+78+71), empatado no 7º lugar com a campeã nacional, Susana Ribeiro (75+75+74), ambos com 224 (+8).

A cerimónia de entrega de prémios contou com as presenças de Manuel Agrellos, presidente da Federação Portuguesa de Golfe; José Correia, presidente da PGA de Portugal; David Pastor, presidente da PGA de Espanha; Pedro Portugal, diretor do Bom Sucesso Golf Resort; António Belo, diretor de golfe do Turismo do Centro; e Rui Vargas, adjunto da Presidência da Câmara Municipal de Óbidos.

Por Hugo Ribeiro/FPG
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Golfe

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0