Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

Oporto Golf Club 6.º classificado no Europeu Masculino de Clubes

Um total de 21 clubes de 20 países participou na prova da Associação Europeia de Golfe, em Troia

• Foto: Rodrigo Gatinho/FPG

O Oporto Golf Club (OGC) igualou o seu melhor resultado da última década na Taça dos Clubes Campeões Europeus de golfe masculino, ao terminar no 6.º lugar da 48.ª edição desta competição, que disputou-se pelo terceiro ano seguido no Troia Golf, em Grândola.

O 'European Men's Club Trophy' integra o calendário oficial da Associação Europeia de Golfe (EGA) e foi organizado pela Federação Portuguesa de Golfe (FPG), destinando-se a equipas masculinas amadoras.

O Smorum Golf Club, da Dinamarca, é o novo clube campeão da Europa, sendo a primeira vez que vence a competição, depois de no ano passado, no mesmo campo alentejano, ter-se sagrado vice-campeão europeu (+1). Em 2021, no primeiro ano em que Troia albergou a prova, a formação dinamarquesa fora 3.ª classificada (+4), pelo que foi melhorando todos os anos.

Ao longo dos três dias de prova, o Smorum Golf Club totalizou 433 pancadas, 1 acima do Par, após jornadas de 145, 141 e 147. Foi a primeira vez que terminou com um agregado abaixo do Par.

Alinhou com Mads Heller (-2), Jens Kristian Thysted (+5) e Mikkel Pedersen (+23). Foi fundamental a segunda volta de 66 (-6) de Heller para o triunfo pela margem mínima de 1 única pancada!

Com efeito, a formação italiana do Royal Park I Roveri Club fez um excelente 'forcing' na última jornada, para fechar com um total de 334 pancadas, 2 acima do Par, apresentando dias de 151, 141 e 142.

O Oporto Golf Club, que em 2023 venceu o Campeonato Nacional de Clubes Masculino Solverde pelo quarto ano seguido, chegou a andar no 3.º lugar após a primeira volta, mas no último dia ainda ascendeu duas posições para concluir a prova no 6.º lugar entre 21 clubes de 20 países.

A equipa de Espinho, liderada pelo treinador Eduardo Maganinho, somou 446 (148+150+148), +14. Ricardo Garcia (76+72+75) e Vasco Alves (72+78+73) empataram no 9.º lugar da classificação individual, entre 63 jogadores, ambos com 223 (+7). Miguel Cardoso foi 41.º (empatado) com 241 (83+79+79), +23. O melhor jogador do torneio foi o espanhol Pablo Alperi Lopez, do Real Club de Golf de Castiello, com 210 (69+69+72), -6.

Como explicou o 'press officer' da FPG, Castro Martins, "nesta prova, em cada dia, foram contabilizados os dois melhores resultados 'gross' dos três elementos de cada equipa".

O Oporto Golf Club, nas suas últimas participações (não houve torneio em 2020 devido à pandemia) já tinha sido 6.º classificado (+13) em 2021 em Troia. No ano passado, de novo em Troia, fora 18.º (+35), enquanto em 2016 obtivera um 12.º lugar (+7), numa edição disputada também em Portugal, no Clube de Campo da Aroeira, em Almada.

Jogaram representantes dos seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Inglaterra, Irlanda, Islândia, Itália, Luxemburgo, País de Gales, Países Baixos, Portugal e Suíça. França contou com duas equipas.

O regulamento da competição permite ao clube campeão da edição anterior defender o seu título, mesmo que no ano da competição não seja o campeão no seu país. Foi o que sucedeu com o Golf Country Club de Cannes Mougins, que venceu o evento no ano passado, em Troia. Em 2023, o clube campeão nacional de França foi o Golf de St. Nom-La-Brétèche, curiosamente o clube que Filipe Lima sempre representou no European Tour.

Por Hugo Ribeiro/FPG
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Golfe

Notícias