Portugal Masters: Melhores portugueses falham Vilamoura

Começa hoje

Nem todos os melhores portugueses estão no Portugal Masters que hoje começa, em Vilamoura, com 1,5 milhões de euros em prémios. Ricardo Santos, Filipe Lima e Stephen Ferreira, o top 3 luso no ranking mundial, não estão, bem como Vítor Lopes (o 6º), por razões diferentes.

Santos e Lima estão na China, onde hoje começa o Foshan Open, o penúltimo torneio do Challenge Tour, a segunda divisão europeia. Ambos tentam terminar a época no top 15 do ranking do Challenge Tour para subirem ao European Tour em 2020. Santos é o 9º e Lima 18º.

Stephen Ferreira, um português do Zimbábue, aposta mais no Sunshine Tour, o circuito sul-africano, e Vítor Lopes começou a Final do Alps Tour , estando em 7º com 70 pancadas, 2 abaixo do Par. O algarvio é 42º na Ordem de Mérito desta terceira divisão europeia e o top 35 no final da época fica com uma excelente categoria (6) para 2020.

De qualquer forma, a elite nacional está no mais importante torneio português com dez jogadores. Ricardo Melo Gouveia e Pedro Figueiredo são já dos melhores portugueses de sempre, como se previa quando em 2012 passaram ambos o cut em Vilamoura como amadores. Um feito que poderá ser repetido por Daniel Rodrigues e Pedro Cruz, de apenas 17 anos.

No Pro-Am de ontem, os profissionais Bradley Drege (País de Gales) e Brandon Stone (África do Sul) venceram com 30 abaixo do Par, com os amadores Anthony Esse, James Healey e Ashley Pheasant.

Por Hugo Ribeiro
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Golfe

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.