Portugal Masters: Ricardo Melo Gouveia e Filipe Lima confiantes

Prova arranca esta quinta-feira no Dom Pedro Victoria Golf Course, em Vilamoura

• Foto: Álvaro Marreco

Filipe Lima e Ricardo Melo Gouveia, os dois únicos portugueses que competem no European Tour, a primeira divisão europeia, estão confiantes e desejosos de uma boa prestação no Portugal Masters, que arranca esta quinta-feira no Dom Pedro Victoria Golf Course, em Vilamoura, terminando no domingo.

"Venho cá para ganhar, como sempre, mas no golfe nunca se sabe. Agora estou a jogar melhor e por isso é só jogar bem e rezar um bocadinho", disse Filipe Lima em entrevista à SportTV, um dos parceiros media do mais importante torneio de golfe português.

Lima vem da sua melhor classificação da época (16º lugar) e do seu melhor resultado do ano (10 abaixo do Par), no KLM Open, que terminou no domingo, na Holanda. "Venho com uma sensação muito positiva depois da semana passada. Estou a sentir-me bem nos greens, estou a 'patar bem' e acho que esta semana isso será importante, porque o campo está com menos rough este ano", considerou o campeão nacional, que formulou o desejo de que "seja um português a ganhar".

Melo Gouveia treinou o putt

Ricardo Melo Gouveia, que no ano passado foi 22º em Vilamoura com 15 pancadas abaixo do Par, um recorde nacional no torneio, concorda com o seu companheiro da seleção olímpica portuguesa de que o jogo no green será fundamental.

"'Patar' bem será extremamente importante esta semana, visto que os roughs não estão muito altos e a diferença será feita nos greens. É uma questão de meter mais putts e isso irá fazer a diferença no meu jogo. Tenho treinado muito isso nos últimos dias, os treinos têm-me corrido bastante bem esta semana e sinto-me bastante mais confiante do que na semana passada", declarou o português melhor classificado no ranking mundial.

Treze portugueses em prova

O 11.º Portugal Masters inicia-se esta quinta-feira às 7h40 e apresenta um número recorde de 13 portugueses inscritos, bem como quatro campeões de torneios do Grand Slam, dois vencedores de World Golf Championships e ainda oito jogadores que já venceram esta competição e procuram tornar-se no primeiro a erguer o troféu por duas vezes.

Os 13 portugueses são os amadores Vítor Lopes e Tomás Melo Gouveia, os profissionais Ricardo Melo Gouveia, Filipe Lima, Pedro Figueiredo, Tomás Silva, Tiago Cruz, João Carlota, Tomás Bessa, Tiago Rodrigues, Hugo Santos, João Ramos e Miguel Gaspar.

Quatro campeões de Majors

Os campeões de torneios do Grand Slam são o inglês Danny Willett, o irlandês Padraig Harrington, o espanhol José Maria Olazábal e o escocês Paul Lawrie, sendo que Harrington venceu no ano passado e Lawrie esteve bem metido na luta pelo título.

Para além de Harrrington, os outros ex-campeões do Portugal Masters são o inglês Andy Sullivan (2015), o francês Alexander Lévy (2014), o irlandês Shane Lowry (2012), o inglês Tom Lewis (2011), o australiano Richard Green (2010), o espanhol Álvaro Quirós (2008) e o inglês Steve Webster (2007).

Já os titulares de eventos da categoria de World Golf Championships são Shane Lowry e o escocês Russell Knox.

Em busca de um bicampeão

Entre 144 participantes, há muitos outros favoritos e é mais provável que haja um novo campeão do que um bicampeão, mas Harrington acredita que pode revalidar o título:

"É sempre simpático regressar a Portugal. O tempo é lindo, gosto de jogar aqui e ser o campeão em título é um valor acrescentado, porque não é uma situação que nos aconteça tantas vezes quanto desejaríamos", disse o vencedor de 15 títulos do European Tour, de três Majors e da Ryder Cup.

"Sinto um pouco mais de pressão e um pouco mais de stress esta semana, mas considero-me um dos favoritos. Na minha cabeça acredito que posso fazê-lo", acrescentou o jogador de 45 anos, que parece ter finalmente debelado uma lesão no cotovelo direito que o prejudicou em grande parte da época.

Kiradech Aphibarnrat ganha Pro-Am

Entretanto, no Pro-Am de hoje, o vencedor foi o tailandês Kiradech Aphibarnrat, que jogou com os amadores Brian Smith, Andrew Stanley e Keith Mitchell. Esta equipa do The Golf Channel – que faz a transmissão televisiva do Portugal Masters para a América do Norte – totalizou 32 pancadas abaixo do Par.

Kiradech Aphibarnrat já fez três top-10 na presente temporada, o último dos quais na semana passada na Holanda, e é um dos nomes a ter em conta esta semana.

Só dois portugueses foram convidados para o Pro-Am e, entre 45 equipas, 13 Ricardo Melo Gouveia foi 13º (-27) com os amadores Carlos Silva, Daniel Grimm e Michael Catling, enquanto Filipe Lima foi 18º (-25) emparceirando com Ingo Grunpeter, Thomas Wasserburger e Manuel Morales.

Formação VIP com estrelas Ryder Cup

As primeiras saídas serão às 7h40, de dois buracos em simultâneo, e vale a pena destacar a formação VIP das duas primeiras jornadas, constituída por Padraig Harrington, Andy Sullivan e Thomas Pieters, tudo estrelas da seleção europeia da Ryder Cup, tendo Sullivan e Harrington discutido entre si o título do ano passado até aos últimos instantes.

Por Hugo Ribeiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Golfe

Notícias

Notícias Mais Vistas