Portugueses eliminados em dia de aniversários famosos

Cinco portugueses falham o cut na Áustria mas irmãos Melo Gouveia e Bessa assinalam data nas redes sociais

O dia 6 de agosto parece fadado para o nascimento de golfistas portugueses. Nesta quinta-feira, Ricardo Melo Gouveia celebrou o seu 29.º aniversário e Tomás Bessa festejou o seu 24.º, já para não falar dos bem menos famosos amadores Miguel Krowicki e Lourenço Falley. 

Ricardo Melo Gouveia é um dos melhores jogadores portugueses de sempre e detém o recorde de ter sido o único golfista nacional a ter figurado no top-100 do ranking mundial, atingindo o topo com um 77.º posto em 2016. 

Tomás Bessa é igualmente conhecido há muito no meio do golfe, mas só saltou para a ribalta do público em geral no mês passado, ao sagrar-se campeão nacional, curiosamente no mesmo dia em que a sua irmã mais nova, Leonor, conquistou o mesmo título, tornando-se na primeira dupla de irmãos a triunfar numa mesma edição do Solverde Campeonato Nacional PGA. 

O jogador de 24 anos de Paredes, que reside agora no Algarve para conseguir melhores condições de treino, está a apenas uma semana de regressar à competição internacional no Gosser Open, o torneio austríaco que relança o Alps Tour Golf, uma das terceiras divisões europeias, onde estarão igualmente Miguel Gaspar, Vítor Lopes e Tomás Silva. 

Tomás Bessa teve hoje um presente especial, a publicação nas edições impressa e digital do jornal Público de um trabalho especial sobre a sua nova notoriedade, isto depois de já ter sido alvo nas últimas semanas de reportagens na RTP3, SportTV, Porto Canal, SIC Notícias, A Bola TV, merecendo ainda uma dupla página no jornal O Jogo. 

A sua irmã, Leonor, dedicou-lhe hoje uma mensagem nas redes sociais: «O meu companheiro de todas as horas. Desejo-te o melhor do mundo e estarei sempre aqui ao teu lado». 

Curiosamente, Leonor namora com Tomás Melo Gouveia, o irmão mais novo de Ricardo, também ele jogador profissional de golfe, que não se esqueceu de homenageá-lo também nas redes sociais. Tomás publicou uma fotografia de ambos com a legenda (em inglês) «feliz aniversário irmão». 

Tomás viu-se forçado a comemorar de longe o aniversário de Ricardo, pois competiu nos últimos dias no Raiffeisen St. Pölten, um torneio austríaco, de 30 mil euros em prémios monetários, integrado no do Pro Golf Tour, outra das terceiras divisões do golfe profissional europeu. 

Na semana passada, noutro torneio do Pro Golf Tour, no Open da Polónia, Tomás Melo Gouveia conseguira a sua melhor classificação dos últimos 13 meses, com um bom 9.º lugar. 

Na Áustria as coisas correram mal desde o início e não só a ele, mas a toda a delegação portuguesa, composta por cinco jogadores. Nenhum passou o cut! 

O mau tempo que se fez sentir toda a semana, impediu qualquer treino decente e levou a organização a cancelar na terça-feira a terceira e última volta. 

O plano era conseguir fazer duas voltas na quarta e quinta-feira, anular o cut e reduzir a prova a 36 buracos. 

Só que o mau tempo continuou e a meio da jornada de quarta-feira, quando se percebeu que nem a primeira ronda seria concluída nesse dia, os organizadores anunciaram que, afinal, como só conseguiriam fechar a volta inaugural na quinta-feira, seria necessário proceder a um cut após os 18 buracos e fazer-se ainda no mesmo dia toda a segunda volta, restrita ao top-40. 

O plano deu resultado e foi possível terminar o torneio realizado no encharcado Golfclub St. Pölten, mas a sorte foi madrasta para quatro dos cinco portugueses, pois foram escalonados para a manhã de quarta-feira, na altura em que as condições meteorológicas apresentaram-se bem mais complicadas. 

Tomás Melo Gouveia e Francisco Oliveira cumpriram a primeira ronda em 77 pancadas, 7 acima do Par; João Magalhães em 79 (+9) e Alexandre Abreu em 80 (+10). Ficaram um dia à espera que todos os jogadores completassem os primeiros 18 buracos e, com o tempo mais benigno na quinta-feira, os resultados melhoraram, o cut fixou-se em 1 pancada acima do Par e os portugueses foram todos eliminados. 

João Zitzer, o único que só jogou na quinta-feira, conseguiu um resultado melhor, de 74 (+4) mas também falhou o cut. 

Pelo contrário, o checo Ales Korinek foi poupado ao mau tempo do primeiro dia, fez as suas duas voltas no segundo dia e aproveitou para destacar-se logo da concorrência com uma excelente primeira volta de 63 pancadas, 7 abaixo do Par para saltar para a liderança.  

Na segunda volta limitou-se a gerir bem a vantagem e igualou o Par-70 do campo austríaco para vencer com 133 (63+70), -7. 

Foi o primeiro título internacional em circuitos profissionais de Ales Korinek, que deveria ter embolsado 5 mil euros se o torneio fosse de três voltas, mas como foi reduzido para duas teve de contentar-se com um escasso "prize-money" de 280 euros! 

Em contrapartida, a organização manteve os 5 mil pontos do primeiro lugar para a Ordem de Mérito e saltou para o 11.º lugar no ranking deste circuito germânico. 

O checo joga o Pro Golf Tour desde 2016, este foi apenas o seu quinto top-10 e este ano tinha falhado o cut nos cinco torneios que disputara até à interrupção do circuito devido à pandemia. Agora, em duas semanas seguidas, foi 45.º no Open da Polónia e campeão neste Raiffeisen Pro Golf Tour St. Pölten. 

O próximo torneio do Pro Golf Tour será o Starnberg Open, de 17 a 19 de agosto, nos arredores de Munique, na Alemanha, igualmente com 30 mil euros em prémios. 

Estarão presentes os profissionais portugueses Tomás Melo Gouveia (62.º na Ordem de Mérito do Pro Golf Tour de 2020), João Magalhães (sem ranking), Alexandre Abreu (115.º), João Zitzer (sem ranking) e o amador João Pinto Basto (sem ranking). 

Hugo Ribeiro / Tee Times Golf para Record

Por Hugo Ribeiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Golfe

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.