Tiger Woods processado pela família de funcionário do seu restaurante que morreu

Nicholas Immesberger, de 24 anos, trabalhava no 'The Woods' e faleceu em dezembro do ano passado

Depois de ter superado uma fase conturbada da sua vida - com uma série de escândalos e uma total ausência de resultados - Tiger Woods voltou à ribalta com o triunfo no Masters de Augusta deste ano, mas a polémica parece perseguir o golfista norte-americano. Agora Woods e a namorada estão a ser processados pela família de um funcionário do seu restaurante.

Nicholas Immesberger, de 24 anos, trabalhava no 'The Woods', na Florida, quando a 10 de dezembro do ano passado morreu num acidente de viação depois de cumprir o turno da noite no estabelecimento.

Segundo a ESPN, o auto da polícia indica que Immesberger apresentava uma taxa de alcoolemia três vezes superior ao permitido no estado da Florida. A família do malogrado funcionário pede agora uma indemnização a Tiger Woods e a Erica Herman - gerente no 'The Woods' - por permitir que Immesberger bebesse durante o turno, apesar de os seus problemas com o álcool serem públicos.

No processo, segundo a TMZ, está escrito que "Tiger Woods sabia, ou devia saber, que Nicholas Immesberger era viciado em bebidas alcoólicas e que se embriagava frequentemente".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Golfe

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.