Benfica renova desejo de conquistar títulos sem qualquer 'trauma' do passado

Plantel encarnado foi apresentado esta quinta-feira

O Benfica apresentou esta quinta-feira  a sua equipa para a 2017/18, renovando o desejo de conquistar mais títulos, sem qualquer trauma quanto à época passada, em que perdeu o campeonato na última jornada.

"Queremos uma equipa à imagem do Benfica e lutar pela conquista de todas as provas até ao fim. O ADN deste clube assim o diz. Não pensem que o Benfica é uma equipa traumatizada com o que aconteceu no final do campeonato. Para nós, a última época é assunto encerrado", salientou, em conferência de imprensa, Pedro Nunes, técnico do Benfica.

O capitão Valter Neves sublinhou, por seu lado, que a equipa manteve a sua espinha dorsal - regressa o guarda-redes Pedro Henriques (ex-Reus) e foi contratado o jovem Vieirinha (ex-Óquei de Barcelos) - e que a altura é de criar rotinas.

"Vamos começar agora a nossa caminhada e renovamos o desejo de conquistar o título", disse.

No primeiro dia como novo jogador dos encarnados, Vieirinha diz que veio de Barcelos até à Luz para representar o clube do seu coração e ser campeão.

"Já percebi que é um grupo fantástico. Sinto-me orgulhoso por estar ao lado destes jogadores, até porque sou benfiquista deste pequenino", destacou aquele que é considerado um dos jovens mais valiosos e talentosos da modalidade.

Mas, o hóquei em patins também se joga fora dos rinques e Domingos Almeida Lima, vice-presidente benfiquista das modalidades, já solicitou à direção da federação de patinagem uma reunião para debater várias questões.

"Pretendemos saber o que é que a federação tem contra o Benfica. Não queremos dar a ideia de que somos um clube reguila. Mas, até agora ainda não obtivemos qualquer resposta, até para nos dizerem que não temos razão. Apresentámos uma exposição com factos concretos e que ainda estão por responder. O país dos armários fechados já acabou", lamentou.

Na memória encarnada estará ainda o golo invalidado nos últimos segundos a João Rodrigues no clássico da última jornada contra o Sporting e que ditou um empate (5-5), resultado que acabou por dar o título ao rival FC Porto.

A época 2017/18 poderá ficar marcada pela introdução obrigatória dos marcadores eletrónicos dos 45 segundos (tempo de ataque) nos pavilhões onde jogam as equipas da 1.ª Divisão.

"É uma medida extremamente positiva, que só traz benefícios para as equipas, os árbitros e o público em geral. Temos de evitar a contagem mental. Vem tarde, mas é uma medida bem-vinda", opinou o treinador Pedro Nunes.

O Benfica realiza os primeiros jogos oficiais na Elite Cup, competição agendada entre 5 e 7 de outubro, em Coimbra, estreando-se na edição de 2017/18 do campeonato a 21 de outubro, data em que recebe na Luz o Sporting de Tomar.

Plantel para 2017/18:

Guarda-redes: Guillem Trabal e Pedro Henriques (ex-Reus).

Defesas/médios: Valter Neves e Tiago Rafael.

Universais: Miguel Rocha, Diogo Rafael e Vieirinha (ex-Óquei Barcelos).

Avançados: João Rodrigues, Jordi Adroher e Carlos Nicolía.

Treinador: Pedro Nunes.
Por Lusa
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Hóquei em Patins

Notícias

Notícias Mais Vistas