Luís Sénica: «Bons como no fado e na comida tradicional»

Selecionador e DTN, elogia momento da modalidade, com o penta no Europeu sub-20

• Foto: Manuel Azevedo

O selecionador e diretor técnico nacional (DTN), Luís Sénica, não ficou indiferente à conquista do pentacampeonato no Europeu pela Seleção de sub-20, elogiando o trabalho que está a ser feito de modo a colocar Portugal, novamente, como potência número 1 da modalidade.

"O hóquei em patins tem impacto, é paixão, sempre com quatro ou cinco países a disputar os Mundiais, aliás, como em outras modalidades. Temos de valorizar o que é nosso, mesmo se este desporto fosse jogado apenas no nosso país. É um produto de excelência em Portugal. Somos bons, do melhor que existe, como no fado ou na comida tradicional. Não foi por acaso que recebemos o grau de comendador da Ordem do Mérito pelo Presidente da República", considerou Luís Sénica, recordando a celebração da conquista em 2016 do título europeu de seniores, após 18 anos de jejum.

O momento não é para menos, pois Portugal dominou como quis a prova disputada em Pully (Suíça), com um triunfo (3-1) na final frente à Itália.

"Estamos a atravessar um momento muito bom, que reflecte um trabalho de grande dimensão, iniciado em 2004. Temos tido excelentes gerações de jogadores, aproveitando o bom trabalho dos clubes, enquanto a Federação (FPP) tem atuado na área da formação de treinadores. Esta simbiose faz de nós um país de excelência ao nível internacional, ainda por cima com o melhor Campeonato do Mundo. É um trabalho coletivo, com muita gente anónima, com empenhamento até dos pais dos miúdos que entram para a modalidade. Tem sido um trabalho sustentável, com bastante qualidade. Como resultado, temos uma seleção de topo jovem, com capacidade para conquistar os próximos títulos mundiais e europeus", vaticinou Sénica.

O técnico também não ficou indiferente à eleição de Fernando Claro, dirigente respeitado, para novo mandato à frente da FPP: "O segredo da evolução é nunca estarmos satisfeitos e querer sempre melhorar. A FPP está financeiramente estável, tem feito um trabalho de qualidade, também no desporto escolar. Somos uma das modalidades na frente da formação", finalizou Luís Sénica. 

Um ano de ouro no palmarés

Portugal teve um ano de ouro no palmarés internacional. O Benfica conquistou a Liga Europeia e a Taça Continental, o OC Barcelos a Taça CERS e a Seleção foi campeã europeia. Acresce o pentacampeonato europeu de sub-20 e a dupla vitória consecutiva na Taça Latina (sub-23). Das maiores frustrações há a salientar a derrota no golo de ouro na final do Europeu de sub-17, assim como no Mundial feminino, um setor cada vez mais forte.

Por Alexandre Reis
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Hóquei em Patins

Notícias

Notícias Mais Vistas