Nostalgia no Dragão

Quase meia equipa da Oliveirense jogava no FC Porto na época passada. Hoje há reencontros...

• Foto: Manuel Azevedo
A Oliveirense joga hoje no Dragão Caixa com o FC Porto mas, além dos três pontos que estão em causa, o encontro tem a particularidade de ver regressar ‘a casa’ Pedro Moreira, Caio, Ricardo Barreiros e o treinador Tó Neves como adversários.

"É mais uma experiência", começa por dizer Tó Neves, que até já tinha defrontado FC Porto como treinador da Oliveirense, mas agora fá-lo depois de nas últimas quatro temporadas ter orientado os dragões. "Podemos pensar em muita coisa, mas as sensações só vamos senti-las quando passarmos por elas. Sempre achei estranho ser adversário do FC Porto, porque foi o clube onde passei mais tempo. Mas já tenho uns anos e é com naturalidade que encaro este regresso", frisa o técnico, que fez praticamente toda a carreira de jogador de dragão ao peito.

Já Pedro Moreira vestiu de azul e branco durante 18 anos, também ganhou muitos títulos ao serviço do FC Porto mas não entra em lirismos. "É mais um jogo e são apenas três pontos", lembra o defesa/médio. "Tento não valorizar os sentimentos, porque isso não nos favorece em nada. Tenho de olhar pelos interesses da Oliveirense, não vivo de recordações. É passado", sentencia.

Ricardo Barreiros, por sua vez, já sentiu no FC Porto aquilo por que passara no Liceo da Corunha, quando então defrontou o Benfica, ou aquilo no FC Porto quando foi adversário do Liceo da Corunha: "Para mim não é novidade. Acima de tudo, e até pelo momento que as equipas atravessam, temos de pensar apenas no aspeto desportivo. Será normal sentir nostalgia, mas o sentimento desportivo será maior."

Já para Caio "vai ser estranho". "A carga emocional será sempre diferente, devido a tudo aquilo por que passámos naquele clube. Mas vamos fazer tudo para ganhar, esse é o nosso objetivo."

Caio já tinha há umas épocas visitado o Dragão Caixa, envergando as cores do Benfica, e agora volta ao serviço da Oliveirense. "Gostávamos de ser bem recebidos, como é lógico, porque foram muitos anos a vestir aquela camisola."

Benfica à espreita

A liderança isolada do Benfica faz com que este jogo seja quase decisivo para os dois clubes que estão nas posições imediatamente a seguir aos encarnados, ambos com 26 pontos. Tó Neves garante que "há um terceiro adversário, o Benfica, que vai ficar sempre a ganhar porque pelo menos uma equipa vai perder pontos". O treinador da Oliveirense reconhece que "o FC Porto vem de um ciclo muito positivo, apesar de ter perdido na Luz", e acrescenta: "É favorito porque joga em casa e é muito forte no Dragão Caixa."
Por Humberto Ferreira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Hóquei em Patins

Notícias

Notícias Mais Vistas