Pedro Nunes: «Campeão merecia outro tipo de festejos»

Técnico do Benfica não gostou de saber da conquista a meio da meia-final europeia

• Foto: Vitor Chi 

O treinador de hóquei em patins do Benfica, Pedro Nunes, afirmou este sábado ser "impensável" sagrar-se campeão nacional a meio de um jogo europeu, salientando que era merecido "outro tipo de festejos".

O Benfica sagrou-se bicampeão português de hóquei em patins devido ao empate do FC Porto com o Valongo (6-6), em encontro em atraso da 23.ª jornada da prova, que se disputou ao mesmo tempo da primeira meia final da Liga Europeia, entre Benfica e FC Barcelona, que os 'encarnados' venceram por 2-1, nas grandes penalidades, após 1-1 no final do prolongamento.

Na conferência de imprensa após eliminar a formação espanhola, o treinador do Benfica considerou esta situação "não enobrece, nem favorece o hóquei".

"Os regulamentos permitem, mas a Federação deveria rever estas situações. É impensável festejar-se um titulo ao mesmo tempo que se acaba de jogar uma meia-final europeia, com esta atmosfera e encanto, tudo ao mesmo tempo", disse.

De acordo com Pedro Nunes, "o campeão, fosse ele qual fosse, merecia outro tipo de festejos".

"Devemos ser a única modalidade em que não fazemos uma pausa. Não é uma crítica destrutiva, mas sim tentar contribuir na tentativa de dignificar esta modalidade", afirmou.

O técnico explicou que só falou com os jogadores sobre o 23.º campeonato na palestra antes do prolongamento, mas reiterou que o clube merecia comemorar o título.

"É ridículo, nós, equipa, adeptos, clube, merecíamos a comemoração de um título. Nos últimos cincos anos, fomos três vezes campeões, mas o Benfica teve muitos anos sem o conquistar. Merecemos gestos condignos. Só no pequeno momento de preleção antes do prolongamento é que usei a conquista do campeonato para falar com os jogadores", sublinhou.

Com a final da Liga Europeia, que se disputa às 14:00 de domingo, em mente, o treinador das 'águias' explicou que os seus jogadores não vão festejar em demasia a conquista do título nacional.

"Somos profissionais, temos jogadores muito inteligentes, que sabem discernir o que é passível de ser festejado e o que é exigível amanhã (domingo). Foi por respeito aos adeptos que demos uma volta completa à pista, porque os festejos não vão ficar por aqui e amanhã (domingo) é o dia de mostrarmos que queremos mais", disse.

Ainda assim, Pedro Nunes deu os parabéns a toda a estrutura do Benfica, principalmente aos jogadores, mas pediu contenção.

"Parabéns a toda a estrutura, ao hóquei do Benfica, à minha equipa técnica e o mais importante, parabéns aos jogadores, que honram o nome deste clube. Não se fazem campeonatos sozinhos, quero partilhar este momento com todos os benfiquistas, mas peço contenção nesta altura", afirmou.

Apesar de ter liderado sempre o campeonato, de forma "inequívoca e absoluta", Pedro Nunes assumiu que não esperava ser campeão a três jornadas do fim.

"Estou feliz, é um objetivo que tínhamos conquistar o campeonato. A Liga europeia é mais uma ambição que objetivo, mas mais do que ser campeão, é a forma como o fazemos. Temos feito um campeonato brilhante, com uma superioridade inequívoca e absoluta. Não esperava em dezembro ter tantos pontos de vantagem, nem esperava a três jornadas do fim festejar", concluiu.

Com três jogos por disputar, a formação lisboeta, que revalidou o título conquistado na temporada transata, soma 65 pontos, contra 55 do FC Porto, segundo classificado.

Por Lusa
7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Hóquei em Patins

Notícias

Notícias Mais Vistas