Pedro Nunes crítico com o novo modelo competitivo

Técnico do Benfica desagradado

• Foto: MoveNotícias

O treinador do Benfica, Pedro Nunes, teceu algumas criticas à alteração do modelo competitivo do campeonato nacional da 1ª Divisão para a próxima época, tendo a Federação de Patinagem de Portugal (FPP) enviado uma proposta aos clubes.

"O Benfica sempre foi contra as segundas fases e playoffs. Das hipóteses que havia escolhemos o mal menor. Agora temos de pensar que mais 14 jogos por época vão retirar força às equipas portuguesas envolvidas nas provas europeias e mesmo a Seleção Nacional vai ser afetada, uma vez que os jogadores chegam mais fatigados que os seus adversários", analisou o técnico das águias.

No entanto, não é só modelo competitivo que foi alvo de reparos por parte de Pedro Nunes. O ‘timing’ com que a FPP enviou a proposta aos clubes também não foi do agrado de treinador do Benfica. "Não é em meados de maio que se informa os clubes de que se vai alterar o quadro competitivo, pois nesta altura já se planeia a próxima época e vai ser necessário repensar os planteis. Se calhar um plantel de 10 jogadores vai ser pouco", alerta.

A proposta federativa para o novo modelo competitivo prevê uma primeira fase com 26 jornadas (todos contra todos) e depois uma segunda fase dividida em dois grupos: o A, com os oito primeiros a lutar pelo título, e o B, com os seis últimos a competir pela manutenção, o que vai aumentar para 40 o número de jogos por época para cada equipa.

Caso este modelo seja aprovado pelos clubes, o atual modelo do campeonato será o último onde funciona o sorteio condicionado, o qual coloca os quatro crónicos candidatos (FC Porto, Benfica, Sporting e Oliveirense) a defrontarem-se nas últimas jornadas da primeira e segunda voltas da competição.

Por Vítor Ventura
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Hóquei em Patins

Notícias

Notícias Mais Vistas