Atletas portugueses defendem o adiamento dos Jogos Olímpicos

Larga maioria diz defende que a competição "não seria justa"

A Comissão de Atletas do Comité Olímpico Internacional foi informada pela Comissão de Atletas Olímpicos que a larga maioria dos atletas integrados no Projeto Tóquio'2020 defende o adiamento do evento para 2021.

Num inquérito ao qual responderam 74 atletas olímpicos num universo de 89, a larga maioria defendeu que o evento deveria ser adiado para o verão de 2021. Mais de metade também informou que "não tem as condições mínimas para treinar", o que levaria resultados "injustos" caso Comité Olímpico Internacional insista em manter os atuais prazos.

Leia o comunicado na íntegra

"A Comissão de Atletas Olímpicos (CAO) informou a Comissão de Atletas do Comité Olímpico Internacional que a maioria dos atletas portugueses integrados no Projeto Tóquio 2020 defende o adiamento dos Jogos Olímpicos.

Esta iniciativa surgiu no seguimento do que têm sido os últimos desenvolvimentos relativos ao cenário de adiamento da realização dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 nas datas inicialmente previstas e da auscultação que a CAO entendeu, nesse âmbito, dever fazer junto dos atletas atualmente integrados no Projeto Tóquio 2020, estivessem ou não já qualificados.

Nesse sentido, a CAO elaborou um questionário, que foi enviado a 89 atletas, tendo respondido 74, ou seja, 83% dos atletas que estão integrados no Projeto Tóquio 2020.

Destes, 89% são da opinião de que os JO deveriam ser adiados, com cerca de dois terços a advogar o adiamento para 2021.

Por outro lado, 82% dos atletas consideram que, a manterem-se as datas atuais, os Jogos Olímpicos não seriam justos do ponto de vista desportivo.

Finalmente, apenas 42% considera ter as condições mínimas para treinar, embora sem a exigência que a preparação Olímpica obriga".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Jogos Olímpicos

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0