COP: Novo diretor desportivo em fevereiro

José Manuel Constantino anunciará sucessor Paulo Cunha no dia 1

• Foto: Luís Manuel Neves

José Manuel Constantino, presidente do Comité Olímpico de Portugal, anunciará a 1 de fevereiro o nome do sucessor Paulo Cunha, diretor desportivo que cessa funções ao fim de nove meses no cargo.

O líder do COP, orador convidado do International Club of Portugal, pronunciou-se também sobre a saída do Conselho Nacional Antidopagem e sobre o eventual enfraquecimento da posição das federações naquele organismo. "As federações estão representadas no CNAD pelo COP e pela Confederação", esclareceu Constantino. "Um conjunto de incidentes de nível institucional conduziu à decisão de suspender a presença do COP. Depois, resolvemos continuar, mas após situação que aqui me abstenho de comentar [n.d.r.: incidente com Rodrigo Jóia, presidente da Autoridade Antidopagem] levaram de novo à nossa suspensão", disse.

Questionado sobre se o COP não deveria ter ação mais interventiva nas políticas desportivas e nas federações, José Manuel Constantino sublinhou que o comité que lidera "tem sido bastante ativo com uma atitude permanente de acordo com critérios de ponderação e recato e obrigações estatutárias".

Na sua alocução no International Club, Constantino abordou a competitividade do desporto português em tempos de globalização e deu pistas para o seu desenvolvimento, apontando a "mobilização do país" como "condição essencial, a montante de todas as medidas". E destacou que "os problemas, antes de serem políticos, são de ordem cultural".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Jogos Olímpicos

Notícias

Notícias Mais Vistas