Jogos Olímpicos Paris'2024 com poupanças mas sem tocar no ADN

Presidente do comité organizador esclarece que orçamento do evento "é o mesmo"

O presidente do comité organizador dos Jogos Olímpicos Paris2024, Tony Estanguet, disse hoje que pretende fazer "algumas poupanças a nível dos bastidores", mas "sem tocar no ADN" do evento, nem lhe "retirar ambição".

A posição de Tony Estanguet, em declarações à vários órgãos de comunicação social franceses, surge após a ministra do Desporto, Roxana Maracineanu, ter alertado para a possibilidade de Paris2024 poder exceder os custos orçamentados, por causa da pandemia de covid-19.

"Atualmente, não há custo adicional identificado, seja no investimento nas infraestruturas, seja no orçamento da organização de Paris2024. O nosso objetivo é encontrar soluções para lidar com imprevistos, que poderão gerar custos adicionais", referiu.

O presidente do comité organizador assegurou que, neste momento, o orçamento para a realização dos Jogos Olímpicos Paris2024 "é o mesmo" e garantiu que, pela parte que lhe toca, não pretende mexer no ADN do evento parisiense.

Tony Estanguet contestou ainda a posição do ex-ministro francês do Desporto e membro do Comité Olímpico Internacional (COI), Guy Drut, que disse que a crise de saúde provocada pelo novo coronavírus tornará o projeto Paris2024 "obsoleto" e "desatualizado".

"Não entendemos de onde veio essa declaração. As condições deste empreendimento sempre foram as de um projeto responsável, sóbrio e útil. Esta crise vira toda a sociedade de cabeça para baixo, mas Paris2024 terá que se adaptar", defendeu.

Estanguet recordou que há uma equipa a trabalhar duro há vários anos para construir um novo modelo de Jogos Olímpicos, aproveitando 95% dos equipamentos existentes, reduzindo para metade o impacto da pegada de carbono, adicionando uma dimensão social e um legado como nunca antes.

"Esta crise [da covid-19] não acabou e temos que manter muita humildade. O certo é que o desafio será imenso. Concretamente, isso significa tentar estar sempre um passo à frente e ter espaço para manobrar e antecipar o inesperado", acrescentou.

Tony Estanguet, de 42 anos, antigo canoísta olímpico medalhado com ouro em Sidney2000, Atenas2004 e Londres2012, pretende que os Jogos Olímpicos Paris2024 sejam um espetáculo "recheado de emoção" e o "maior evento unificador do país", aos mais variados níveis, desportivo, económico e social.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Jogos Olímpicos

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0