«Não se pode adiar uns Jogos Olímpicos como se fosse um jogo de futebol a um sábado»

Presidente do Comité Olímpico Internacional, Thomas Bach, volta a defender realização dos Jogos

• Foto: EPA

Thomas Bach, presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), voltou este sábado a defender a manutenção dos Jogos Olímpicos de Tóquio, neste verão.

"A suspensão dos Jogos implica destruir o sonho olímpico de 11 mil desportistas, de 206 comités nacionais e ainda da equipa de refugiados do COI. Um cancelamento deste tamanho seria a solução menos justa", explicou, em entrevista à alemã SWR.

O máximo responsável mundial pelo movimento olímpico reconhece que não há soluções ideiais, mas alerta para o impacto do adiamento dos Jogos.

"Não se pode adiar uns Jogos Olímpicos como se fosse um jogo de futebol ao sábado. Esta é uma empresa muito complexa, onde só podes atuar de maneira responsável se tiveres um conhecimento fiável, 24 horas por dia, para a tomada de decisões. É uma situação excecional e não há soluções ideiais", afiançou.

Thomas Bach tem sido alvo de cada vez maiores pressões por parte de vários comités olímpicos que se têm manifestado contra a realização do evento em ano de pandemia.

Por Miguel Custódio
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Jogos Olímpicos

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.