Phelps e o adiamento de Tóquio'2020: «Espero que não aumente o número de suicídios»

Antigo nadador felicitou o Comité Olímpico Internacional pela decisão mas antecipou problemas

• Foto: USA Today Sports

Michael Phelps debruçou-se sobre as consequências do adiamento dos Jogos Olímpicos no Japão. O antigo nadador felicitou o Comité Olímpico Internacional pela decisão mas anteviu problemas.

"Realmente espero que não aumente o número de suicídios entre atletas porque a componente de saúde mental é, de longe, o mais importante neste capítulo", vincou ex-atleta à televisão NBC.

"Este adiamento é nadar em águas desconhecidas. Nunca vimos isto antes. Foi a decisão correta mas quebra o coração dos atletas", explicou o nadador que conquistou 28 medalhas no seu percurso pelos Jogos Olímpicos.

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Jogos Olímpicos

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.