Prefeito do Rio de Janeiro vê os bens pessoais congelados

Em causa está um negócio relacionado com campo de golfe dos Jogos Olímpicos 2016

• Foto: Reuters

Um juiz brasileiro decidiu esta sexta-feira congelar todos os bens do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, por considerar que o presidente da câmara não cobrou os impostos apropriados ao promotor do campo de golfe olímpico.

Através de comunicado, o gabinete de Eduardo Paes já reagiu, informando que "o prefeito vai recorrer da decisão de congelar os seus bens".

Quatro meses após o fim dos Jogos Olímpicos Rio'2016, o recinto de golfe tem tido escassa utilização e os responsáveis sentem dificuldades financeiras para manter o primeiro campo público da cidade.

Para financiar o campo, Paes e a cidade chegaram a um acordo com o milionário Pasquale Mauro, para que este gastasse cerca de 20 milhões de dólares para desenvolvê-lo, recebendo em troca a possibilidade de construir apartamentos de luxo em redor do recinto.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Jogos Olímpicos

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.