Record

PyeongChang'2018: Jogos na Coreia do Sul abriram "novos horizontes"

Thomas Bach elogiou união entre as duas Coreias

• Foto: Reuters
O presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse este domingo, na cerimónia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Inverno, que PyeongChang'2018 foram "os Jogos de novos horizontes" e elogiou a união entre as duas Coreias.

No discurso de encerramento dos Jogos sul-coreanos, Bach elogiou o "diálogo olímpico" demonstrado pelos atletas das Coreias do Sul e do Norte, que marcharam juntos na cerimónia e disputaram alguns eventos em conjunto, como a equipa unificada da Coreia no hóquei no gelo feminino.

Segundo o presidente do COI, os atletas demonstraram crença num "futuro pacífico" entre os dois países depois dos "Jogos dos novos horizontes", como classificou antes de passar a bandeira olímpica para Pequim, que vai receber em 2022 os Jogos de Inverno.

Depois de Tóquio'2020, no verão, a capital da China vai tornar-se na primeira cidade a receber as Olimpíadas de verão e de inverno, após ter acolhido o evento pela primeira vez em 2008.

Os Jogos deste ano ficam marcados pelos desenvolvimentos políticos, da união das duas Coreias à revelação de Seul, durante a cerimónia de encerramento, que Pyongyang está disposto a conversar com os Estados Unidos.

Na tribuna VIP do estádio olímpico, que será demolido ainda este ano, estavam representantes dos três países, com os norte-americanos representados por Ivanka Trump, filha do presidente Donald Trump.

A cerimónia ficou ainda marcada pela decisão do COI em manter a exclusão da Rússia por dopagem institucionalizada, inviabilizando a vontade dos atletas russos de desfilarem com a bandeira do país.

Antes, a delegação russa, a competir sob a bandeira olímpica, venceu a Alemanha por 4-3, após prolongamento, na final do hóquei no gelo masculino, a primeira vitória no torneio para os russos desde 1992.

A veterana norueguesa Marit Bjoergen, de 37 anos, despediu-se da carreira olímpica com novo ouro, ao vencer a partida em massa de cross country 30 km, à frente da finlandesa Krista Parkakoski e da sueca Stina Nilsson, na última prova dos 16 dias de Jogos.

Bjoergen, a atleta mais bem-sucedida dos Jogos de Inverno de sempre, com 15 medalhas, fechou PyeongChang2018 com cinco medalhas, a única a consegui-lo.

No bobsled, a Alemanha venceu a prova masculina de quarto elementos, com o triunfo da equipa de Francesco Friedrich, à frente da Coreia do Sul, liderada por Won Yunjong, e dos compatriotas alemães de Nico Walther, duas equipas que terminaram empatadas no segundo lugar.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Jogos Olímpicos

Notícias

Notícias Mais Vistas

M