Record

Delegação norte-coreana de alto nível assiste ao encerramento dos Jogos Olímpicos

Ivanka Trump, a filha mais velha do Presidente norte-americano, também presente

Uma delegação norte-coreana de alto nível, chefiada por um general a quem são imputados alegados crimes de guerra, chegou este domingo à Coreia do Sul para assistir à cerimónia de encerramento dos Jogos Olímpicos.

A delegação de oito membros, encabeçada pelo general Kim Yon Chol, cruzou a zona desmilitarizada que divide a península coreana, junto ao posto fronteiriço de Dorasan, indicou hoje o porta-voz do Ministério da Unificação da Coreia do Sul.

O general é apontado como responsável pelos ataques contra interesses da Coreia do Sul em 2010, mais concretamente o bombardeamento norte-coreano de Yeongpyeong, que fez quatro mortos e o naufrágio da corveta Cheonan, que provocou a morte de 46 militares sul-coreanos.

"Kim Yong Chol é um criminoso de guerra diabólico que atacou o sul. Merece ser enforcado na rua", afirmou em um comunicado o líder da bancada parlamentar do Partido da Liberdade, Kim Sung-tae, principal força da oposição em Seul.

A cerimónia de encerramento Jogos Olímpicos de Inverno também contará com a presença da filha mais velha do presidente americano, Ivanka Trump, que chegou na sexta-feira à Coreia do Sul.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Jogos Olímpicos de Inverno

Notícias

Notícias Mais Vistas

M