Record

PyeongChang'2018: Caso de doping no curling volta a colocar Rússia sob fogo

Alexander Krushelnitskiy acusou meldonium

O russo Alexander Krushelnitskiy, bronze nas duplas mistas de curling, pode perder a medalha, por ter acusado, alegadamente, meldonium, a mesma substância encontrada no controlo à tenista russa Maria Sharapova em 2016. A contra-análise está, no entanto, agendada para hoje.

Doping assombra Jogos Olímpicos de Inverno com a mesma substância que tramou Sharapova
Krushelnitskiy já abandonou a Aldeia Olímpica e está a chocar a comita russa presente nos Jogos. O treinador da equipa feminina de curling, Sergei Belanov, afirmou aos jornalistas que Krushelnitsky é um "homem jovem e inteligente" e nunca usaria drogas. "É estúpido, mas Alexander não é estúpido, por isso não acredito", sublinhou.

"Estávamos todos chocados quando descobrimos ontem. É claro que esperamos muito que tenha havido algum tipo de engano. No curling, não é o mais rápido, o mais alto, o mais forte que conta; trata-se sim de ser o mais preciso. Não consigo imaginar o tipo de drogas que se poderia usar no curling, por isso é muito difícil acreditar", disse, por sua vez, a atleta russa Viktoria Moiseeva.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Jogos Olímpicos de Inverno

Notícias

Notícias Mais Vistas

M