Uma nova era

Comité Paralímpico de Portugal conhece amanhã o sucessor de Humberto Santos como presidente

O dia de amanhã vai marcar o início de uma nova era no Comité Paralímpico de Portugal (CPP), com a eleição de um novo presidente, em sucessão a Humberto Santos, que em novembro do ano passado decidiu abandonar o comando do organismo que ajudou a fundar, em 2008, para abraçar um novo desafio, enquanto presidente do Instituto Nacional para a Reabilitação.

A sufrágio concorrem Fausto Pereira ou José Lourenço, dois elementos da equipa fundadora do organismo e que desde os primeiros dias faziam parte da direção presidida por Humberto Santos, ambos na condição de vice-presidentes - Fausto Pereira foi cooptado para a liderança interina após a saída de Humberto Santos.

Um deles será o novo presidente do organismo, tendo como missão dar sequência, conforme ambos frisam nos seus programas eleitorais [ver peça ao lado] à pesada herança que o anterior líder deixou. Não só pelo facto de ter sido pelas suas mãos que o mesmo foi construído e consolidado, mas também pelos passos firmes dados nos oito anos que esteve leme, nomeadamente pela integração constante de novas modalidades e fortalecimento na relação com as federações, pela sua crescente importância nas esferas desportivas nacionais e, também, pela aproximação entre atletas olímpicos e paralímpicos no que a bolsas e prémios diz respeito.

Um tema sempre falado quando se aborda este universo - nomeadamente por atletas, que há muito pedem tratamento de igualdade - e que será uma das lutas que ambos os candidatos prometem travar caso sejam eleitos para comandar os destinos do CPP para o triénio 2017-2020.

Quem vota?

Pela primeira vez com duas listas candidatas, nas eleições do CPP têm direito de voto os 30 membros ordinários (federações desportivas e associações nacionais de desporto), sendo o número de votos proporcional ao número de atletas que tem inscritos na dimensão paralímpica.

SAIBA O QUE PENSAM

1. Que balanço faz do trabalho da anterior Direção do CPP, liderada por Humberto Santos?

2. O que o leva a candidatar-se à presidência do CPP e quais são as linhas gerais do seu programa?

3. Está otimista quanto à possibilidade de haver uma equiparação no que às bolsas de preparação diz respeito?


Fausto Pereira

1. A anterior direção, sob o comando do Humberto Santos, da qual fiz parte, fundou e cimentou tudo aquilo que é o CPP hoje. O balanço que faço é altamente positivo. Nem pode ser outro.

2. Somos uma candidatura de continuidade, com uma parte significativa dos elementos da anterior direção. A nossa meta é dar sequência ao que foi feito até , continuar o desenvolvimento do CPP, firmá-lo e cimentá-lo. Queremos aprofundar as relações que temos com várias entidades e fazer uma boa preparação para Tóquio’2020, mas também atentos às Esperanças Paralímpicas, Surdolímpicas...

3. Estou. Até porque não faria grande sentido considerar que é justo haver igualdade nos prémios de mérito e, depois, ficarmo-nos por aí, não aplicando o mesmo princípio no programa de preparação para os Jogos de Tóquio que iremos assinar em breve.


José Lourenço

1. O trabalho, do qual fiz parte, foi excelente. Foi de coragem, porque foi uma rutura com o passado, mas, passados oito anos, podemos ver um novo paradigma no desporto adaptado. É também essa a minha motivação, fazer com que este trabalho continue.

2. Pretendemos dar continuidade ao que foi feito nos últimos anos. Esse é o grande objetivo: que o trabalho dos últimos anos não se perca, que não haja um retrocesso. Sempre seguindo o nosso lema ‘Inovar, crescer e consolidar’. Queremos colaborar com as associações e com as federações, no sentido do desenvolvimento da prática desportiva.

3. Estou confiante, porque existem sinais que nos fazem acreditar. A equiparação dos prémios é um sinal, mas é óbvio que é apenas isso, pois temos de criar condições para que os atletas possam chegar a essas medalhas. Algo que só se consegue com condições de preparação.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Paralímpicos

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.