André Ramos perde na luta pela medalha de bronze

Jogador, de 25 anos, fica em 4º na prova individual BC1 do boccia

• Foto: CPP/Carlos Alberto Matos

André Ramos terminou no 4º lugar da competição individual de boccia, na classe BC1. Na sua estreia nos Jogos Paralímpicos, o jogador português, de 25 anos, disputou esta quarta-feira o duelo de atribuição da medalha de bronze na categoria, tendo sido derrotado (2-8) pelo brasileiro, José Oliveira.

O atleta natural de Setúbal até começou melhor o encontro, ao vencer o primeiro parcial por 2-0, mas acabou por perder a vantagem. No segundo set, José Oliveira, que tinha vencido (6-1) André Ramos na jornada inaugural da fase de grupos da competição, chegou à liderança da partida através de um parcial favorável de 5-0. No 3º set, o brasileiro voltou a superiorizar-se por 2-0, registando-se depois nova vantagem (1-0) no derradeiro parcial.

Desta forma, André Ramos ficou próximo de chegar às medalhas após a derrota (2-8) desta quarta-feira. De resto, o jogador português garante mais um diploma paralímpico para a comitiva portuguesa em Tóquio'2020. 

No final da competição individual BC1, o parceiro de André Ramos, José Patrício, expressou a felicidade do jovem português pela prestação na sua estreia em Jogos. "Foi uma competição muito difícil. O principal objetivo era passar a fase de grupos e esse foi cumprido. Apesar de ter sido um 4º lugar, foi um resultado muito bom, tendo em conta que foram os primeiros Jogos", assumiu, apontando já à competição por equipas: "Agora é relaxar um bocadinho, descansar para os jogos da equipa e continuar a dar o melhor para tentar chegar às medalhas."

Por Filipe Balreira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Paralímpicos

Notícias

Notícias Mais Vistas