Bolt: «As mulheres atiram-se a ti... é difícil dizer que não»

Defende que os famosos não devem casar muito novos

• Foto: Getty Images
O Mundo ainda se espanta com os títulos e os recorde conquistados por Usain Bolt, mas numa altura em que, tudo o indica, o velocista jamaicano vai mesmo defender, de novo, os títulos nos Jogos Olímpicos que terão lugar no Rio de Janeiro, continua a tentar perceber-se qual é o segredo por detrás de tanto sucesso.

O jornal 'The telegraph' foi à procura e conseguiu algumas pistas numa entrevista em que Bolt se define como alguém "feliz e despreocupado", que tenciona casar-se, à semelhança dos pais, mas não a curto prazo. E justifica porquê.

"Reparei que na Grã-Bretanha as pessoas têm de se casar logo, mal começam a ter fama. É como se fosse uma regra. E eu penso, isso não é justo! Sim, como o [Wayne] Rooney, que casou tão novo - todos os futebolistas ingleses têm de se casar logo que se tornam realmente famosos e eu penso que não é justo para eles. Ficas famoso e há tanta pressão por parte de mulheres jovem que te querem. Para alguém com 21 anos, casar-se significa que não viveu nem um bocadinho", defendeu Bolt. 

"É complicado ficar com uma mulher quando as raparigas andam, literalmente, a atirar-se a ti. E há as raparigas que são bastante encorajadas pelos jornais tablóides a meterem-se contigo. Isso é injusto para nós, pois é difícil dizer que não, percebem? Por isso, aprendi convosco [britânicos]. A expetativa é esta, se és famoso tens de casar e ter família - é isso que que precisam de 'vender' na Grã-Bretanha, não sei porquê. É a respeitabilidade. Mas eu não sou inglês, sou jamaicano! As nossas culturas são completamente diferentes, por isso vocês não me podem julgar-me com base na vossa cultura", acrescentou o velocista.

Falando sobre desporto, Bolt revelou que o atletismo não estava nos seus planos em termos profissionais, pois era um grande apaxonado por críquete: "Não queria fazer mais nada, o atletismo era algo que só praticava porque era bom e ganhava. Foi nessa altura que a minha professora de espanhol disse que me devia dedicar apenas ao atletismo e eu encolhi os ombros e respondi, está bem."
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas