Algas levam Pimenta ao choro no dia em que o 'velho' Nelson voltou a voar

Luciana Diniz foi um dos destaques positivos

O português Fernando Pimenta foi o melhor a arrancar na prova de K1 1.000 metros, mas o sorriso da liderança foi travado pelas algas e folhas da Lagoa Rodrigues de Freitas transformou-se em tristeza no final da prova.

O medalha de prata em K2 1.000 metros em Londres2012, fazendo dupla com Emanuel Silva, aspirava ao pódio, mas terminou a prova no quinto lugar, assegurando o então quinto diploma luso no Rio2016, ao qual se viria a juntar o de Nelson Évora no triplo salto.

O título foi surpreendentemente conquistado pelo espanhol Marcus Walz, que seguia no quinto lugar aos 750 metros da regata.

Nelson Évora alcançou o sexto lugar no concurso do triplo salto no Rio2016, no qual o norte-americano Christian Taylor revalidou o título conquistado em Londres2012, graças aos 17,86 metros do primeiro ensaio.

O melhor registo do ano de Évora (17,03), campeão em Pequim2008, valeu novo diploma à delegação portuguesa, atrás do norte-americano Will Claye (17,76), que celebrou a medalha de prata no Engenhão com o pedido casamento à sua namorada, a barreirista Queen Harrison, que estava nas bancadas.

Luciana Diniz esteve em excelente plano, ao terminar sem faltas no seu segundo percurso de qualificação e passou à terceira fase, agendada para quarta-feira, continuando a sonhar com a passagem à final. 

Na vela, Jorge Lima e José Costa terminaram em 15.º, falhando a 'Medal Race' por larga margem.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio'2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.