Governo brasileiro afirma-se preparado para ameaças terroristas

Brasília diz-se pronta para ataques biológicos, químicos ou nucleares

• Foto: Reuters

O Governo brasileiro declarou-se pronto para fazer frente a eventuais ameaças biológicas, químicas ou nucleares durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto, assegurando contar com pessoal e equipas capacitadas tecnicamente.

"Estamos plenamente capazes de enfrentar qualquer ameaça desse tipo", disse à agência de notícias espanhola EFE o comandante do Primeiro Batalhão de defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear do exército brasileiro, coronel Pereira Silva.

Declarações feitas após o simulacro de um ataque químico realizado pelos militares no Parque Olímpico de Deodoro, onde se disputarão algumas competições do Rio'2016, o último teste de um curso relacionado com a capacidade de descontaminação de múltiplas vítimas, que contou com formadores do exército dos Estados Unidos.

Foi simulado, neste caso, o socorro a espectadores afetados por um ataque com gás Sarin, efetuado a partir de um 'drone', exercício que contou com a montagem de tendas para assistir as vítimas e sua descontaminação, evacuação para centros médicos e uso de especialistas para identificar o agente químico utilizado no atentado.

"Neste curso com os norte-americanos capacitámos 60 pessoas, 30 das Forças Armadas, incluindo o exército, bombeiros e funcionários do Ministério da Saúde", explicou Pereira Silva.

Apesar da preparação ministrada pelas autoridades brasileiras, os militares descartam qualquer ameaça pendente, tendo como alvo os Jogos Olímpicos.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio'2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.