João Pereira deixa aviso: «Se querem medalhas, têm de trabalhar para isso»

Deixou críticas à falta de investimento no CAR do Jamor

• Foto: Lusa

João Pereira, quinto na prova de triatlo nos Jogos Olímpicos Rio'2016, insistiu que para haver medalhas é preciso haver mais condições e melhores estruturas no triatlo português, considerando que o seu feito é mérito da sua equipa de trabalho.

"Quando encarei esta prova era para o 'top 8', ficar a nove segundos do bronze é algo que me deixa bastante contente e sinto que para conseguir uma medalha temos de ter melhores condições de trabalho, melhor estrutura", alertou o triatleta.

Não seria nem a primeira, nem a última vez que iria 'bater na mesma tecla'. Depois de explicar que hoje só pode arriscar o tudo por tudo por ter a certeza que, em caso de um mau resultado, poderia contar com o apoio do seu clube, o Benfica, João Pereira assumiu que precisava de "mais trabalho, de mais condições, de uma melhor estrutura" para aspirar ao pódio.

"Estamos a lutar com grandes nações, lutar por medalhas é bastante complicado com as condições que temos e acho que um diploma olímpico é um grande objetivo para todos os atletas", defendeu.

Falta investimento no CAR

Integrado no Centro de Alto Rendimento (CAR) do Jamor há dez anos, o sexto classificado do Europeu de 2016 deixou duras críticas à falta de investimento no espaço.

"Estou no CAR do Jamor há dez anos. Penso que aquilo estava igual há 30 anos atrás e em dez anos não se fez nada de novo. Há novas técnicas de tratamento, como banhos de gelo, massagens, tudo o que possa melhor a recuperação. Em tudo o que seja recuperação, há muito que trabalhar. Sendo aquilo um centro nacional de treino, tinha todo o interesse em ter melhores condições. Se querem medalhas, têm de trabalhar para isso. Tem de haver condições para isso, porque nós fazemos o melhor a cada dia", argumentou.

João Pereira contou ainda o que sente de cada vez que falam na possibilidade do triatlo português conquistar medalhas, usando uma analogia: "Imaginem ter uma empresa e quererem que a vossa empresa esteja entre as três melhores do Mundo. Força, acho que não deve ser fácil. Isso é o que eu procuro fazer a cada dia juntamente com o meu treinador e o meu grupo de treino. A vitória não é minha, mas é do meu grupo de treino e do meu treinador".

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Rio'2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.