Hope Solo: «Perdemos contra uma cambada de cobardes»

Norte-americana reage muito mal ao afastamento ante a Suécia

• Foto: Paulo Calado

Perder nunca é fácil e raro é o desportista que aceita o desaire de uma forma positiva. Contudo, poucos o fazem (ou fizeram) como esta sexta-feira fez a norte-americana Hope Solo. Depois do afastamento do torneio olímpico feminino, aos pés da Suécia, a mediática guardiã soltou toda a sua indignação e acusou as suecas, que venceram no desempate por penáltis, de serem "cobardes".

Creio que fizemos um jogo corajoso e que tivemos muitas oportunidades de golo. Mostrámos coração. Recuperámos de um golo de desvantagem. Estou muito orgulhosa desta equipa, mas também acho que jogamos contra uma cambada de cobardes. Acredito firmemente nisso", atirou, de forma bastante clara, a guardiã de 35 anos.

E o que levou, então, Solo a achar as suecas como cobardes? "Desistiram do jogo. Não queriam jogar de forma aberta, não queria passar a bola, não queriam jogar um futebol bonito. Foi um jogo combativo, físico. Exatamente o que elas queriam e é esse o plano delas (...) Mas ganharam, seguem em frente e nós vamos para casa", acrescentou, de forma conformada.

Por Fábio Lima
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.