Pelé só acende chama olímpica se conseguir desmarcar "outros compromissos"

Lenda do futebol admite poder recusar o convite

Pelé, Futebol
Pelé, Futebol • Foto: EPA

Pelé admitiu que poderá ter de recusar o convite para acender a chama olímpica na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, afirmando estar dependente da desmarcação de "outros compromissos".

"Tenho contratos a que estou vinculado e é suposto estar a viajar nessa altura. Se conseguir cancelar esses compromissos, será uma honra poder fazer isso", afirmou o antigo futebolista, de 75 anos, em declarações à estação de televisão brasileira Globo.

Pelé admitiu que foi convidado pessoalmente pelo presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, para acender a pira olímpica.

"Ainda não posso confirmar se o poderei fazer", afirmou.

Os direitos de imagem de Pelé são geridos pela companhia norte-americana Legends 10.

Os primeiros Jogos Olímpicos realizados na América do Sul decorrem de 05 a 21 de agosto.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas