Rui Jorge: «Não conseguimos mais»

Técnico admite exibição menos conseguida

• Foto: Paulo Calado

"Foi a exibição menos conseguida de Portugal", assumiu Rui Jorge. Mas há explicação. "É evidente que este jogo foi influenciado pelos quartos-de-final. Tentámos entrar forte em termos de intensidade no jogo porque estávamos à espera de uma quebra na equipa argelina mais tarde. Essa quebra aconteceu, mas também aconteceu na nossa equipa e o espetáculo não foi o melhor a partir daí. Não concordo que tenhamos abrandado, apenas não conseguimos mais", atirou o técnico.

O empate serviu para garantir o primeiro lugar e a forma como o jogo decorreu permitiu também a gestão que Rui Jorge tanto queria. "As substituições não foram em função do jogo com a Argélia mas sim dos quartos-de-final."

Portugal vai em 3 jogos em 7 dias e agora segue-se mais um já no sábado. Um calendário preenchido que obrigar a alterar a forma de uma equipa trabalhar. "O treino convencional, de campo, já acabou, acabou uns dias antes do primeiro jogo. A partir de agora limitamo-nos a recuperar, a analisar jogos e tentar corrigir erros sem a possibilidade de o fazer da forma mais eficaz que é em campo, com intensidade. Tentamos que os jogadores percebam onde erram e tentar fazer melhor no jogo seguinte", atirou Rui Jorge.

Por David Novo. Belo Horizonte. Brasil
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0