Record

Luciana Diniz feliz com segundo percurso perfeito

Emocionada com o apoio que recebeu durante a final

• Foto: Reuters
A cavaleira Luciana Diniz mostrou-se esta sexta-feira emocionada com o apoio que recebeu durante a final dos saltos de obstáculos nos Jogos Olímpicos Rio2016, confessando-se feliz por ter feito um percurso perfeito diante da sua família.

"Independentemente do que acontecer aqui, eu queria sair do último percurso com um sorriso no rosto, com a minha família feliz, todos a torcerem por mim, este público do meu lado, foi maravilhoso", disse aos jornalistas antes de conhecer o seu resultado final (nono lugar)

Luciana Diniz assegurou estar "realmente feliz", apontando para os braços para mostrar o quão arrepiada ficou com o seu último percurso, cumprido sem falhas.

"Infelizmente, vamos ver o que o primeiro 'round' nos vai custar. Só tenho a agradecer ao meu cavalo, à minha equipa, a todos vocês que me deram apoio, a Portugal, a todos os que me acolheram na Vila Olímpica. Quero agradecer a todos vocês o carinho que têm por mim, é emocionante", referiu, de lágrimas nos olhos.

A cavaleira, que recusou voltar a falar com os jornalistas depois de saber que era nona classificada, explicou que o tempo passado a contar as passadas entre os obstáculos cinco e seis do segundo percurso não foi suficiente para tirar as dúvidas.

"Quando saímos da pista, não podemos ter nenhuma dúvida. Era sete, cinco ou seis ou quatro. Saí da pista sem saber o que ia fazer. Normalmente, nunca saio assim, saio já determinada. Disse "vou sentar-me no meu cavalo e determinar". Quando estava para entrar, decidi 'vou fazer sete e cinco' e fiz", esclareceu.

Diniz lembrou que já tinha vencido um Grande Prémio com uma penalização de quatro pontos. "Só que hoje há muita gente com zeros", lamentou.

A cavaleira portuguesa foi hoje nona classificada na final de saltos de obstáculos dos Jogos Olímpicos Rio2016, ao totalizar quatro pontos nas duas rondas.

Luciana Diniz falhou o diploma olímpico, ao penalizar quatro pontos, devido a um toque no último dos 12 obstáculos da primeira ronda, tendo feito um percurso imaculado na segunda fase.

A luso-brasileira, que já tinha representado o Brasil em Atenas2004 (foi 38.ª), melhorou a classificação de Londres2012, onde tinha sido 17.ª.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Hipismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

M