Patrícia Mamona: «Obrigado a Portugal. Somos pequenos, mas somos grandes!»

As primeiras declarações da nova vicecampeã olímpica à RTP

Patrícia Mamona não escondeu a emoção ao falar à RTP depois de ter conquistado a medalha de prata no triplo salto nos Jogos Olímpicos.

"Estou a tentar acalmar-me, está a acontecer tudo aqui dentro... Parece super surreal! As primeiras pessoas que me surgem na cabeça são o meu treinador, a minha família, este grande país".

"Como sabem estava muito confiante na qualificação, foi muito tranquila e sabia que era um momento muito especial. São cinco anos a trabalhar, aliás 20 de triplo salto. Estou orgulhosa de todos nós, da reação do público. Ainda agora disseram que somos um país pequeno mas que consegue coisas grandes. O apoio foi fenomenal. Estou muito emocionada".

"Foi uma competição em que só pensei em deixar tudo. Como viram foi batido o recorde do Mundo, tentei levar essa energia. Sabia que ia ser duro e só pensei em dar o meu melhor e saltar. Não quero chorar mais! Só quero agradecer a toda a gente. Fazer parte da equipa dos 15 metros... isto é estúpido... Mas quando comecei diziam que era muito pequena e sou a segunda melhor do Mundo! Isto é... Nem sei! Bati o recorde nacional três vezes!"

"Sabia que tinha de responder, as competidoras são fenomenais. Estava sempre em modo para responder, o foco era sempre saltar mais. Só pensava em deixar o que tinha, não pensava em marcas. Posso ir descansada para casa se for assim. Importante é dar tudo de ti. Aproveitei muito e sou muito feliz"

"Momento de viragem do desporto nacional? Não posso dizer de todo, mas do triplo salto. Temos uma grande inspiração, que é o Nelson [Évora] que vai acabar a sua carreira aqui. Foi uma inspiração, espero dar continuidade a isso. Sinto-me no topo de forma. Faltam três anos para Paris, mas não quero pensar nisso".

"Deixar mensagem a todos de agradecimento, que seja uma inspiração, com trabalho, não só talento, se acreditares que consegues, vai! Não desistas dos teus sonhos. Vai!"

"Neste momento só quero ver o meu treinador. A pessoa que devia estar no pódio comigo, que me viu a correr na escolinha e viu algo especial. Que me trouxe e me fez o que sou hoje. Falar com a minha família. Deixar agradecimento a Portugal. Somos pequenos, mas somos grandes!"

Por Record
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias