Treinador de Fernando Pimenta garante "foco" na luta pela final de K1 1.000

Hélio Lucas frisou as boas condições de preparação para haver "concentração e trabalho árduo"

O treinador Hélio Lucas comprometeu-se esta quarta-feira com o objetivo da final para Fernando Pimenta, resguardando-se quanto à ambição de levar ao pódio o canoísta que é uma das maiores esperanças de medalha olímpica para Portugal em Tóquio'2020.

"Estes Jogos vão ser especiais porque, pela primeira vez, cada país pode levar dois barcos nos monolugares. Isso significa que na prova dele vai haver uns 30 participantes e que as nações mais fortes fazem aposta dupla. Isso só faz com que estejamos ainda mais focados para chegar à final", defendeu-se, em declarações à Lusa, sobre o quinto classificado no Rio'2016 em K1 1.000.

Em declarações à Lusa, o técnico fixou como primeiro objetivo ser um dos oito finalistas, lembrando que em Tóquio'2020 os canoístas passam por mais fases seletivas do que o habitual.

"Vamos fazer tudo para ir saltando etapas e procurar chegar à final", resumiu Hélio Lucas sobre o seu pupilo, que neste ciclo olímpico não falhou qualquer pódio internacional.

Fernando Pimenta e a restante seleção chegaram a Tóquio depois de um estágio que "correu bem" em Kyotango, uma localidade piscatória onde o grupo luso faz a adaptação "à temperatura, humidade e água salgada", uma vez que nestes Jogos Olímpicos a prova não vai decorrer em pista específica, de água doce, para canoagem e remo.

"Tivemos boas condições para estarmos concentrados e trabalharmos bem. Depois de uma época bastante comprida, iniciámos uma fase especifica para Tóquio'2020. Está concentrado, focado para este evento de grau de importância e motivacional muito alto, trabalhando arduamente como sempre fez. Está em boa forma", garantiu.

Sobre Joana Vasconcelos, que também orienta nestes Jogos, recordou que a gaiense garantiu, somente em junho, a "última vaga disponível" para Tóquio'2020, ainda assim espera que a sua pupila "possa estar entre as melhores".

Com a mesma regra do desdobramento, o K1 500 vai ter um "número recorde" a rondar as 50 participantes no Sea Forest Waterway da capital nipónica.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Canoagem

Notícias