Assim foi o dia 7 de Tóquio'2020: Mamona e Dongmo nas finais e vela brilha com vitórias em regatas

Houve lágrimas, de alegria e tristeza, em mais uma longa jornada no Japão

Ao Minuto

30.07.2021
Voltamos mais logo e contamos consigo!

Ao 7.º dia não houve medalhas para Portugal, mas a jornada acabou por ser proveitosa para as cores nacionais.

No atletismo Patrícia Mamona garantiu a presença na final do triplo salto, à semelhança de Auriel Dongmo no lançamento do peso. Pior sorte tiveram Evelise Veiga (triplo) e Lorene Bazolo (100 metros), que não lograram a qualificação.

Na vela, o dia foi de vitórias em regatas por parte das tripulações portuguesas. Jorge Lima e José Costa, em 49er, venceram a 9.ª regata (antes tinham sido 10.º e 5ºs); à semelhança de Diogo Costa e Pedro Costa, que na prova de 470 venceram a 5.ª regata, tendo sido 13.ºs na seguinte.

Na canoagem, Antoine Launay falhou a qualificação no slalom, em K1, por 40 centésimos e no judo Rochelle Nunes caiu na segunda eliminatória.

Uma palavra ainda para a Seleção de andebol, que deu boa réplica à Dinamarca - campeã olímpica e mundial -, acabando por perder, por 34-28.

Consulte todos os resultados dos portugueses, bem como o programa para amanhã.

Veja também como está o medalheiro e se quiser saber mais sobre esta edição dos Jogos Olímpicos de Tóquio, dê uma espreitadela no nosso especial.

30.07.2021
Ma Long impõe-se em final chinesa
Reuters

O chinês Ma Long conquistou a medalha de ouro no torneio individual de ténis de mesa ao derrotar, na final, o compatriota Fan Zhendong, por 4-2.

30.07.2021
Rui Silva confiante: «Está nas nossas mãos o apuramento»
Reuters

Rui Silva, que cumpriu a 100ª internacionalização, analisou a derrota portuguesa frente à Dinamarca mas mantém as aspirações intactas rumo ao apuramento histórico para os quartos-de-final.

"O resultado talvez tenha sido mais pesado... mas já sabíamos que ia ser um jogo muito difícil, frente a um adversário de topo, onde tínhamos de estar perto da perfeição para equilibrar a partida até ao fom. Ainda conseguimos fazer isso até aos 40 minutos, mas depois estas equipas aproveita todos os erros e são muito fortes nas transições. Mas continuamos vivos e com vontade de ganhar o próximo jogo", analisou Rui Silva, na flash da RTP.

"Quando viemos aos Jogos já sabíamos que íamos competir numa prova muito equilibrada, com grandes equipas. Mas está nas nossas mãos a passagem aos quartos-de-final. Vamos lutar com aquilo que temos", considerou o português.

"Frente ao Japão será mais um jogo difícil, frente à equipa da casa que apostou muito nestes Jogos mas que as coisas não lhe estão a sair bem. É um jogo demasiado cedo (9 horas portuguesas) mas não é isso que nos vai diminuir. A vontade é tanta que supera todas as adversidades", sublinhou Rui Silva.

"Sobre o jogo 100? É incrível. Sempre foi e sempre será um tremendo orgulho representar o meu país", comentou.

30.07.2021
Evelise Veiga: «Não foi uma época fácil, estar aqui foi uma vitória para mim»
Reuters

Desapontada por ter falhado a final do triplo salto, Evelise Veiga assumiu que a temporada não foi fácil e que, nestas condições, acaba já por ser uma vitória ter conseguido estar em Tóquio. E superada esta desilusão, a triplista portuguesa aponta já a Paris'2024, para fazer mais e melhor.

"Não foi uma época fácil, estar aqui foi uma vitória para mim, tenho de valorizar isso, mas estou triste por não ter conseguido ir à final. É mais um motivo para querer continuar, para trabalhar e evoluir cada vez mais. Espero daqui a três anos estar de volta em melhor forma e conseguir um resultado melhor", disse, à RTP.

"Trabalhar para isto é um caminho que muitas vezes traz alguma solidão, mas também traz coisas boas. É o nosso trabalho, mas é extremamente complicado quando chegamos aqui, queremos tanto dar o nosso melhor e não nos conseguimos superar. É complicado lidar com isso. O psicológico conta muito aqui. Quando falhamos é difícil."

30.07.2021
Humberto Gomes acredita no apuramento: «Estamos a crescer de jogo a jogo»
Reuters

Humberto Gomes foi um dos destaques da Seleção Nacional na derrota frente à poderosa Dinamarca (28-34). O guarda-redes brilhou com 10 defesas na baliza lusa e está agora confiante num triunfo frente ao Japão, que garantirá o apuramento para os quartos-de-final do Torneio Olímpico.

"Primeiro de tudo quero fazer um pedido, para não criticarem jogador A ou jogador B. Todos estamos aqui para ajudar Portugal. Agora, quanto ao jogo, sinto que estamos a crescer de jogo a jogo. Fizemos muitas coisas que nos podemos orgulhar. Não fizemos um jogo perfeito mas não nos podemos esquecer que defrontámos o campeão mundial", começou por dizer Humberto Gomes, na flash da RTP.

"Agora temos uma final frente ao Japão, queremos chegar aos oito primeiros. Temos a noção plena do que temos de fazer e queremos confirmar o passaporte para os quartos-de-final. Qual será a chave? O nosso coletivo. Mais uma vez, sinto que estamos a subir de jogo a jogo. Vamos jogar concentrados e vamos conseguir vencer", sublinhou o guarda-redes português

30.07.2021
Paulo Jorge Pereira: «Assusta-me um pouco jogar contra japoneses às 9 da manhã»
Reuters

Apesar de assumir que "perder é sempre negativo", Paulo Jorge Pereira lembrou que a seleção da Dinamarca conta com os melhores e que, a espaços, Portugal até conseguiu bater-se de igual para igual com os bicampeões mundiais. Já de olho no que falta disputar - um duelo com o Japão no domingo, o selecionador diz-se receoso por causa da hora (9 da manhã em Tóquio).

"Quando se perde é sempre negativo, mas estamos a falar em defrontar os melhores jogadores que existem nesta modalidade. Atletas com qualidade elevadíssima, guarda-redes do melhor que há no Mundo... Isto é um duelo difícil, mas estivemos a lutar pelo jogo a maior parte do tempo, houve uma parte que caiu para o lado deles. Mas entendível, pois temos de entender que estamos a falar num grau de dificuldade superior. Temos de fazer tudo bem, tem de ser sem erros para ganhar estas equipas", começou por dizer, à RTP.

Gestão neste jogo?

"Tentámos ganhar. O Gilberto, por exemplo, não está a 100% por causa do jet lag. Tem um impacto elevadíssimo. Já utilizámos 15 minutos, hoje mais um bocadinho e esperámos que no próximo jogo posso jogar mais perto do normal. Vamos gerindo o esforço de todos, para encarar o jogo com o Japão como um jogo extremamente importante para passar para a fase seguinte"

Jogo com o Japão

"Jogamos sempre para ganhar, sabendo que empate pode chegar... A mim assusta-me um pouco jogar contra japoneses às 9 da manhã. Nós, portugueses, a jogar contra japoneses às 9 da manhã. Espero que todos consigam reagir bem. Faz parte do calendário, sabíamos que ia ser assim. Estamos a tentar mudar as coisas para não sofrer tanto impacto num jogo chave para nós. Acordar às 6, tomar o pequeno almoço e jogar às 9... Hoje tive boas sensações, porque colocámos em jogo outro formato de jogo, colocar com êxito. Recuperámos o controlo do ataque, tive boas sensações. Excelentes momentos de defesa, agora é continuar. Espero ficar cá até ao final."

Medalha ainda é possível?

"Disse que quem vem aos Jogos Olímpicos vem para lutar por medalhas. Só podemos pensar ao passar neste momento. Como sabe, tivemos muitos problemas de adaptação. Agora estamos melhor, todos já dormem normal. A partir daqui é sempre a crescer. Diante do Japão será uma versão evoluída do Bahrain, num jogo no qual não estávamos ok. Agora já estamos. Será um jogo mais evoluído do que são os duelos, ter de preparar bem as ajudas. Acho que vamos conseguir, mas vamos ter de sofrer"

30.07.2021
Atletismo: Selemon Barega de ouro nos 10000 metros
Eurosport

Numa final pautada pela tática e com um final incrível (o último quilómetro foi em 2.24), o etíope Selemon Barega conquistou o ouro dos 10000 metros - com 27:43.22 -, ao levar a melhor no sprint final perante os ugandeses Joshua Cheptegei (27:43.63) e Jacob Kiplimo (27:43.88). Nuns Jogos sem o lendário Kenenisa Bekele, a Etíope entra a ganhar!

30.07.2021
Andebol: Portugal derrotado pela Dinamarca
Reuters

A Seleção Nacional perdeu diante da toda poderosa Dinamarca por 34-28. Portugal até deu boa réplica, chegou ao descanso a perder apenas por um golo, mas acabaria por ceder na segunda metade perante a maior valia dos nórdicos. Segue-se no domingo um duelo decisivo com o Japão.

30.07.2021
Ténis: Mektic e Pavic conquistam ouro de pares masculinos
Reuters

Os croatas Nikola Mektic e Mate Pavic, líderes mundiais, conquistaram a medalha de ouro de pares masculinos, ao derrotarem na final os compatriotas Marin Cilic e Ivan Dodig, por 6-4, 3-6 e [10-6]

30.07.2021
Esgrima: Japão conquista primeira medalha olímpica da história

A atuar em casa, a equipa japonesa de espada conseguiu dar ao Japão a primeira medalha de sempre na esgrima. Foi numa final diante dos russos, com triunfo por 45-36, isto depois de terem deixado pelo caminho na sua caminhada a França, a número 1 mundial. O bronze foi para a Coreia do Sul, após vitória na luta pelo 3.º posto com a China.

30.07.2021
Badminton: chineses bisam nos pares mistos
Reuters

Na primeira final do programa de badminton, a China ficou com o ouro e a prata, com a dupla mista composta por Yi Lyu Wang e Dong Ping Huang a levar a melhor na decisão perante Si Wei Zheng e Ya Qiong Huang por 2-1 (21-17, 17-21 e 21-19). Já o bronze foi para a dupla japonesa composta por Yuta Watanabe e Arisa Higashino, com triunfo por 2-0 sobre Chun Man Tang/Ying Suet Tse, de Hong Kong.

30.07.2021
Judo: checos e japonesa vencem no último dia das provas individuais
Reuters

No último dia de judo na vertente individual, o checo Lukás Krpálek sagrou-se campeão do Mundo dos +100kg masculinos, ao passo que a japonesa Akira Sone levou o título feminino das +78kg.

Na prova masculina, Krpálek conseguiu o segundo ouro da sua carreira, depois do Rio'2016, ao bater na final o georgiano Guram Tushishvili. Pelo caminho até ao título, Krpálek deixou para trás Teddy Riner, judoca francês que conseguiu, ainda assim ser um dos medalhados de bronze, juntamente com Tamerlan Bashaev.

No concurso feminino, Akira Sone 'salvou' o dia para o Japão ao bater a veterana Idalys Ortiz, de Cuba, a 'carrasca' de Rochele Nunes, que foi desqualificada. Iryna Kindzerska, do Azerbaijão, e a francesa Romane Dicko conquistaram o bronze.

30.07.2021
Atletismo: vem aí a primeira grande final
Eurosport

É uma das provas mais esperadas do programa do atletismo e está logo nesta estreia. Sem Mo Farah, hoje vamos ter um novo campeão do Mundo dos 10000 metros. E os candidatos são... imensos! Joshua Cheptegei, o recordista do Mundo (26.11 minutos), é o principal favorito, mas atenção a Rhonex Kipruto, Jacob Kiplimo, Selemon Barega, Yomif Kejelcha, Berihu Aregawi e Mohammed Ahmed, todos eles com registos de época abaixo dos 27 minutos.

30.07.2021
Atletismo: fechada a qualificação do peso feminino

Auriol Dongmo, com uma marca logo à primeira, fecha com o oitavo melhor registo. Estas são as apuradas para a final de domingo, pelas 2h35.

30.07.2021
Auriol Dongmo: «Sei que muita gente espera uma medalha, vou dar tudo»
Reuters

"Foi importante fazer um bom lançamento logo de início, para descansar e guardar o fôlego para a final. Vou dar o meu melhor e Deus vai fazer o resto.

Sei que muita gente espera uma medalha, vou dar tudo e lutar até ao fim para o conseguir.

Todas as advesárias são importantes, não se sabe o que vai acontecer, quase todas as atletas lançam acima de 19 metros."

30.07.2021
Mamona aponta a novo recorde nacional: «São cinco anos à espera, estou a valer muito mais»
Reuters

"[Sensações] Positivas, foi uma qualificação muito mental a nível pessoal. Tinha de focar muito no meu salto, não em saltar muito, mas tentar qualificar à primeira. Fiz isso nos Campeonatos da Europa e vim aqui com essa mentalidade. Queria qualificar-me rapidamente para descansar para a final, para na final da tudo"

"Normalmente há mais pressão nas qualificações. É um jogo muito mental e psicológico. Saí feliz com a qualificação e já estou a pensar na final"

"Vou ter de pensar em relaxar. Descansar um bocadinho e focar naquilo que quero. A melhor marca de sempre. São cinco anos à espera, estou a valer muito mais do que 14,66. Obviamente lutar pela melhor qualificação e representar Portugal da melhor maneira"

30.07.2021
Atletismo: está fechada a qualificação do triplo salto feminino

Patrícia Mamona avança com a quarta melhor marca das qualficações, conseguida logo à primeira, ao passo que Evelise Veiga fica de fora.

Nota para a grande marca da espanhola Ana Peleteiro, que tem sido a maior rival de Mamona no seu 'campeonato' particular, com 14,62 metros que é um novo melhor registo da época, e ainda o recorde nacional dominicano de Thea Lafond (14,60).

30.07.2021
Andebol: Portugal a dar boa réplica diante da Dinamarca
Reuters

O desafio é enorme, mas a Seleção Nacional está a dar uma resposta bastante afirmativa diante da Dinamarca. Perante a bicampeã mundial e campeã olímpica, Portugal perde ao intervalo por 20-19.

30.07.2021
Atletismo: finais de domingo

Anotem já nas vossas agendas: no domingo vamos ter duas finais no atletismo e com chances reais de medalha para Portugal.

A primeira a entrar em cena será Patrícia Mamona no triplo salto. A decisão está marcada para as 2h35.

Menos de dez horas depois, às 12h20, será a vez de Auriol Dongmo se apresentar numa final, no caso para o lançamento do peso.

30.07.2021
Atletismo: Evelise Veiga não melhora e está fora da final

Encostada à parede, Evelise Veiga até fez uma boa chamada, mas piorou (13,57) e diz adeus ao concurso. Apenas Patrícia Mamona estará na final do triplo salto de domingo.

30.07.2021
Atletismo: Dongmo na final do peso

A portuguesa, grande esperança de medalha, faz 18,80 metros e já está apurada diretamente para a final. A marca de qualificação estava precisamente nos 18,80. A final está marcada para domingo, às 2h35.

Até ao momento apenas a portuguesa e a chinesa Lijiao Gong conseguiram marca direta de qualificação. A atleta asiática deixou já um aviso forte à concorrência pelo ouro, com 19,46 metros.

30.07.2021
Atletismo: Evelise não melhora na segunda tentativa

Na segunda tentativa, a portuguesa piora em relação à sua primeira tentativa. A portuguesa tem neste momento a 15.ª melhor marca, por isso de momento está provisoriamente fora da final. Tem mais uma oportunidade para alcançar a qualificação direta (nos 14,4) ou então como uma das melhores 12.

30.07.2021
Atletismo: Patrícia Mamona já está na final
Eurosport

A portuguesa salta 14,54 à primeira tentativa e já 'despachou' a questão do apuramento.

30.07.2021
Andebol: Portugal prestes a entrar em campo

A Seleção Nacional defronta a Dinamarca dentro de momentos. Tudo para seguir aqui.

30.07.2021
Atletismo: Yulimar Rojas avança no triplo
Eurosport

Grande candidata ao ouro, Yulimar Rojas acaba de fazer 14,77 metros, isto quando fez a chamada a 40 cm da marca. Sensacional!

30.07.2021
Atletismo: Evelise Veiga faz melhor marca pessoal do ano na 1.ª tentativa
Eurosport

A portuguesa faz 13,93 metros na sua primeira tentativa, que é a sua melhor marca do ano.

30.07.2021
Atletismo: portuguesas prontas para saltar
Eurosport

Patrícia Mamona e Evelise Veiga estão prontas para dar início à sua campanha em Tóquio. A qualificação do triplo salto está quase a começar.

Avançam para a final todas as atletas que superarem os 14,40 metros ou as 12 com melhor marca.

30.07.2021
Velejadora Carolina João faz balanço positivo da "ótima experiência" na estreia
Reuters

A velejadora portuguesa Carolina João fez esta quinta-feira um balanço positivo da estreia em Jogos Olímpicos, com o 34.º lugar final em Laser Radial de Tóquio'2020, na que foi "uma ótima experiência" com a qual quer aprender e melhorar. Leia mais aqui.

30.07.2021
Ténis: Djokovic eliminado por Zverev nas meias-finais!

Ainda não vai ser em 2021 que um jogador de ténis consegue alcançar o Golden Slam em ténis masculino. Alexander Zverev, número cinco do ranking mundial, colocou esta sexta-feira um ponto final no sonho de Novak Djokovic, qualificar-se para a final dos Jogos Olímpicos de Tóquio’2020, onde o sérvio de 34 anos, vencedor do três primeiros Grand Slams de 2021, procurava fazer aquilo que nunca nenhum homem tinha consecutivo.

O alemão de 24 anos chegou a parecer completamente enterrado no marcador — 1-6, 2-3 e serviço de Djokovic — mas deu a volta de forma incrível para derrotar o sérvio em duas horas, por 1-6, 6-3 e 6-1.

30.07.2021
Nova Zelândia domina último dia do remo e Estados Unidos ficam em branco
Reuters

A Nova Zelândia dominou esta sexta-feira o último dia das provas de remo nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, com duas medalhas de ouro e uma de prata, enquanto os Estados Unidos despediram-se sem qualquer presença no pódio. Leia mais aqui.

30.07.2021
An San é a primeira arqueira com três 'ouros' desde 1904
Reuters

A sul-coreana An San tornou-se esta sexta-feira a primeira arqueira a conquistar três medalhas de ouro olímpicas na mesma edição dos Jogos desde St. Louis'1904, ao vencer a final da prova individual de tiro com arco de Tóquio'2020.

30.07.2021
Nadador norte-americano atira-se a russo: «Provavelmente esta prova não foi limpa»
Reuters

Ryan Murphy, nadador norte-americano que conquistou a medalha de prata nos 200 metros costas nos Jogos Olímpicos Tóquio'2020, acusou esta sexta-feira, em conferência de imprensa, o russo Eugeny Rylov, que conquistou o ouro, afirmando que "provavelmente, a prova não foi limpa", frisando que se sente "esgotado por treinar durante todo o ano para competir numa prova que não será justa". Saiba mais aqui.

30.07.2021
Simone Biles explica por que não consegue competir: a culpa é dos "assustadores" 'twisties'
Instagram

Simone Biles explicou nas redes sociais que não consegue competir porque sente uma espécie de desconexão entre o corpo e a mente. A ginasta norte-americana, que abdicou da participação nas finais por equipas e no all-around em Tóquio'2020, estando em dúvida para as finais por aparelhos, apelidou o problema de 'twisties'. Leia mais aqui.

30.07.2021
Egito derrota a Suécia no grupo de Portugal

O Egito derrotou a Suécia por 27-22, num encontro da 4ª jornada do Grupo B de andebol, entre duas equipas que derrotaram Portugal. Com este resultado, Portugal já só deverá conseguir lutar pelo 4.º lugar do Grupo, o último de acesso aos quartos-de-final, num cenário em que defrontaria a França (líder do Grupo A) nessa primeira ronda a eliminar...

30.07.2021
Treinador diz que Antoine Launay pode "lutar por medalhas" em Paris'2024
Reuters

O técnico nacional de slalom, 'Pere' Guerrero, considerou esta sexta-feira que o canoísta Antoine Launay tem "condições para lutar por medalhas em Paris'2024" e desejou que o seu desempenho em Tóquio'2020 motive os jovens portugueses para a modalidade. Saiba mais aqui.

30.07.2021
Estados Unidos sem medalhas no ténis 101 anos depois!

O ténis norte-americano vai sair de uns Jogos Olímpicos de ténis pela primeira vez desde os Jogos de 1920, depois de Tennys Sandgren e Austin Krajicek, últimas esperanças, terem caído no encontro do bronze de pares masculinos frente a uma dupla da Nova Zelândia. Os Estados Unidos são, de longe, o país com maior número de medalhas olímpicas desde o regresso da modalidade ao elenco de provas dos Jogos, que aconteceu em 1988.

30.07.2021
Bronze inédito para a Nova Zelândia em pares masculinos
Eurosport

Os neozelandeses Michael Venus e Marcus Daniell, especialistas da variante, conquistaram esta sexta-feira a primeira medalha da história do ténis da Nova Zelândia, ao vencerem o encontro do bronze em pares masculinos.

30.07.2021
Canoagem: Jiri Prskavec de ouro no K1 slalom
Reuters

Numa final na qual Antoine Launay não marcou presença por um lugar, o checo Jiri Prskavec sagrou-se campeão olímpico de K1 slalom, graças a uma performance arrasadora. O checo, bronze no Rio'2016 e atual número 1 mundial, acabou com impressionantes 3,22 segundos de avanço para o segundo colocado Jakub Grigar (Eslováquia) e 5,48 para Hannes Aigner (Alemanha) - o canoísta que atirou Launay para fora da decisão.

30.07.2021
Ténis: Karen Khachanov na final
Reuters

O russo Karen Khachanov, de 25 anos e atual 25.º do ranking ATP, vai jogar este domingo a final mais importante da sua carreira, depois de ter garantido acesso ao encontro da medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, somando para o Comité Olímpico da Rússia, na pior das hipóteses, uma inédita medalha de prata para a carreira do jovem de Moscovo.

Depois de uma primeira metade de 2021 para esquecer, Khachanov, que já tinha sido quartofinalista de Wimbledon, derrotou esta sexta-feira o espanhol Pablo Carreño Busta, número 11 ATP, nas meias-finais, por 6-3 e 6-3

Agora pelo sérvio Djokovic (1.º ATP) ou pelo alemão Zverev (5.º) na final.

30.07.2021
Antoine Launay falhou final por meio segundo: «Amo este desporto, mas é difícil ficar assim tão perto»
Reuters

O canoísta Antoine Launay assumiu esta sexta-feira ser "muito difícil" lidar emocionalmente com o facto de ter ficado a um lugar da final de K1 slalom, reservada aos 10 melhores, quando aguardava ainda o resultado de um protesto.
 
"É difícil. Muito difícil. Foi muito trabalho. Estive tão próximo da final. Amo este desporto, mas é difícil ficar assim tão perto. O meu objetivo era o pódio, sinceramente fiz tudo para isso. Faltou um pouco de velocidade, fiquei a 0,5 segundos da final", disse o atleta luso.

30.07.2021
Andebol: Suécia e Egito já jogam

Num jogo do Grupo B, o mesmo de Portugal, Suécia e Egito já se enfrentam no Yoyogi National Stadium. Será um verdadeiro duelo de titãs por duas equipas que são das mais fortes candidatas a chegar às rondas finais do torneio.

30.07.2021
Canoagem: Australiana ganha medalha... com a ajuda de um preservativo
Twitter

Medalha de bronze no K1 slalom, a australiana Jessica Fox bem pode agradecer a sua conquista em Tóquio a um... preservativo. Tudo porque foi precisamente com o recurso a este método contraceptivo, num verdadeiro ato de improviso, que um elemento da sua equipa conseguiu reparar um problema da parte dianteira do kayak a tempo de estar presente nas decisões.

Leia a história aqui.

30.07.2021
BMX: campeão do Rio'2016 no hospital após violenta queda

O norte-americano Connor Fields, medalha de ouro de BMX no Rio’2016, viu esta sexta-feira escapar-lhe a chance de renovar o título olímpico em Tóquio'2020, devido a uma violenta queda sofrida na terceira manga das meias-finais realizadas esta manhã no Ariake Urban Sports Park.

Leia a história completa.

30.07.2021
Ginástica: chinesas bisam nos trampolins
Reuters

A China bisou na prova de trampolim feminina, com Zhu Xueying a levar o ouro e Liu Lingling a prata. No derradeiro lugar do pódio ficou a britânica Bryony Page. A canadiana Rosannagh MacLennan, medalha de ouro em Londres e no Rio de Janeiro, ficou no quarto posto.

30.07.2021
Tiro: russa Vitalina Batsarashkina conquista terceira medalha em Tóquio
Reuters

Depois de ter conseguido o ouro na prova feminina individual de pistola a 10 metros e de prata na de equipas mistas, a russa Vitalina Batsarashkina conseguiu há pouco o seu terceiro metal, novamente com um título olímpico. Foi na pistola a 25 metros, numa final na qual apenas superou a sul-coreana Minjung Kim no desempate. Em terceiro ficou Kostadinova Antoaneta.

30.07.2021
Balanço das primeiras horas dos portugueses
Reuters

Cumpridas as primeiras seis horas de competição neste sétimo dia, é hora de fazer um balanço do que já aconteceu quanto a portugueses.

No judo, Rochele Nunes começou bem o dia, ao bater Melissa Mojica, mas acabou afastada nos 'oitavos' num combate com desfecho polémico com Idalys Ortiz.

Praticamente à mesma hora, no Estádio Olímpico, na estreia do atletismo, Lorène Bazolo falhou o acesso às 'meias' dos 100 metros, ao ficar a apenas um décimo de uma vaga na repescagem.

Já no plano positivo, nota para as duas vitórias em regatas dos portugueses na vela (os triunfos foram das duplas de 470 e de 49er), sendo que esta última subiu a sexto na geral e tem a passagem à Medal Race muito bem encaminhada.

Já em Laser Radial, Carolina João foi 21.ª na regata 9 e 14.ª na 10, o que permitiu subir ao 34.º posto na geral, neste que foi o último dia de competição na classe antes da Medal Race. A portuguesa, por ter ficado fora das melhores, diz adeus à competição.

A fechar esta primeira ronda de participação portuguesa, Antoine Launay ficou à porta da qualificação para a final de K1 slalom, ao ser 11.º. O português ficou a 0,44 segundos de uma vaga na final de mais logo.

30.07.2021
Softbol: seleção mexicana vai ser castigada após deitar uniformes no lixo
Twitter

A Federação Mexicana de Softbol anunciou esta quinta-feira que vai sancionar a seleção olímpica após ter tido conhecimento de que vários jogadores deitaram ao lixo os uniformes e roupas com a bandeira e nome do país antes de partirem de Tóquio. Num comunicado a Federação assume estar "indignada" com a atitude das atletas.

Leia a história aqui.

30.07.2021
Vela: Carolina João termina no 34.º posto final
Reuters

A portuguesa Carolina João terminou há pouco a sua participação na classe Laser Radial de Tóquio'2020, finalizando no 34.º posto no conjunto das 10 regatas. Em estreia nos Jogos Olímpicos, a jovem velejadora, de 24 anos, teve esta sexta-feira o seu melhor dia, com um 21.º posto e um 14.º, nas nona e 10.ª regatas, respetivamente, ainda que tenha cedido um posto, para o 34.º final, em relação ao penúltimo dia de provas na categoria.

 

30.07.2021
Patrícia Mamona está pronta para a estreia

30.07.2021
O que falta aos portugueses no dia de hoje

Com o afastamento de Antoine Launay, Portugal apenas volta a entrar em ação neste sétimo dia de Jogos Olímpicos dentro de quatro horas, com a presença de Evelise Veiga e Patrícia Mamona na qualificação do triplo salto. Vinte minutos depois, às 11h25, será a vez de Auriol Dongmo iniciar as qualificações do peso, antes da seleção de andebol, pelas 11h30, defrontar a Dinamarca.

30.07.2021
Canoagem slalom: Antoine Launay falha final por 40 centésimos
Reuters

O português Antoine Launay falhou o acesso à final de K1 Slalom, ao ficar no 11.º posto nas meias-finais, uma posição abaixo do último apurado para a decisão. Launay foi o nono a entrar na pista, fez 98,88 segundos e esteve durante muito tempo numa posição de qualificação, algo que perderia mesmo em cima da buzina, com o alemão Hannes Aigner a roubar-lhe a presença na final. Foi por 40 centésimos...

30.07.2021
Vela: dupla do 470 discreta na seguna regata do dia

Depois de ter vencido a primeira regata do dia, a dupla portuguesa do 470 não foi além da 13.ª posição na segunda, a 2.13 segundos dos mais rápidos. Contas feitas, os portugueses são agora 12.ºs na classificação geral.

30.07.2021
Canoagem slalom: Antoine Launay com quinto tempo provisório nas 'meias'
Eurosport

Antoine Launay acabou a sua prova nas meias-finais com o 98,88 segundos, a 2,77 segundos do mais veloz até ao momento, o norte-americano Michal Smolen. Launay neste momento é o quinto colocado, numa altura em que faltam sair mais dez canoístas.

30.07.2021
Canoagem slalom: aí está Antoine Launay
Eurosport

O português parte agora para a sua manga nas meias-finais. Tem de acabar com um dos 10 melhores tempos para se apurar.

30.07.2021
Vela: mais uma regata para Portugal, agora no 49er
Reuters

O dia está a ser produtivo para a vela portuguesa. Depois da vitória dos 470, agora foi a vez dos 49er compostos por Jorge Lima e José Costa conseguirem vencer também uma regata, no caso a nona do programa. A dupla lusa assinou um dia bastante positivo, com um 5.º na sétima regata, um 10.º na oitava e agora o triunfo na nona. Com este resultado, o duo português sobe ao sexto posto na geral, bem dentro da zona de qualificação para a Medal Race.

30.07.2021
BMX: pódio masculino e feminino definido
Reuters

Já temos novos campeões de BMX e curiosamente tanto o pódio masculino como feminino contam com os mesmos três países. A ordem é que é distinta.

Nos homens, o ouro foi para a Holanda, com Niek Kimmann a vencer com vantagem de 0,114 para o britânico Kye Whyte e 1,5 para o colombiano Carlos Alberto Yepes. Já nas senhoras a vitória foi britânica, com Bethany Shriever a ganhar por incríveis 9 centésimas de avanço para a colombiana Mariana Pajon e 0,3 segundos para Merel Smulders.

30.07.2021
Canoagem slalom: já começaram as 'meias' com Antoine Launay
Reuters

Arrancaram há pouco as meias-finais de canoagem slalom, com Antoine Launay a tentar o acesso à decisão. O português é o nono a sair.

30.07.2021
Atletismo: sessão da manhã está terminada
Reuters

A ação na pista na sessão da manhã já terminou, com a definição das qualificações do salto em altura, 3000m obstáculos, disco e 400 m masculinos e 100 e 800 metros femininos. Os atletas voltam ao Estádio Olímpico mais logo, a partir das 11 horas portuguesas, numa sessão da noite com a presença de três portuguesas (Patrícia Mamona, Evelise Veiga e Auriol Dongmo, para as qualificações do triplo salto e peso) e ainda com uma final a fechar o programa: 10000 masculinos.

30.07.2021
Bicampeão Teddy Riner fora da luta pelo ouro em +100 kg
Reuters

O judoca francês Teddy Riner, 10 vezes campeão mundial e bicampeão olímpico, falhou feira a oportunidade de chegar ao tri nos Jogos Olímpicos, em Tóquio, ao perder nos quartos de final de +100 kg. Riner, considerado o melhor judoca do mundo e atual 16.º do ranking mundial, face à escassa presença em competições, foi surpreendido pelo russo Tamerlan Bashaev, líder mundial da categoria, a quem tinha vencido este ano no Masters de Doha.

30.07.2021
Boas notícias extra Jogos...

A madrugada está de certa forma agitada, muito por culpa da entrada de Neemias Queta na NBA. É um momento histórico para Portugal.

30.07.2021
Vela: dupla do 49er também em evidência

Para lá da vitória dos 470 na primeira regata do dia, também a dupla de 49er se evidenciou, ao ficar na quinta posição na regata 7 do programa da classe. A dupla lusa gastou mais um minuto do que os vencedores alemães e salta para o sétimo posto na geral, bem dentro da qualificação para a medal race.

Já em Laser Radial, Carolina João foi 21.ª na regata 9, a penúltima do programa, o que permite subir ao 35.º posto global.

30.07.2021
Lorène Bazolo: «As pessoas não têm ideia. Não é fácil chegar aqui, é muito trabalho»
Reuters

Quarta na sua série dos 100 metros, Lorène Bazolo falhou o apuramento para as meias-finais ao correr a distância em 11.31 segundos, um registo que não deixou a velocista portuguesa satisfeita. À RTP, em pleno Estádio Olímpico, assumiu que esperava mais, mas diz-se "grata" pela participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio'2020.
 
"Senti-me muito bem. Estava calor como a velocidade gosta. Estava tudo certo. Dei o meu melhor. Esperava mais do que a marca que fiz. Esperava aproximar-me mais do meu recorde pessoal. Mas aceito, dei o meu melhor e fiz esta marca. Estou grata", afirmou a Lorène em declarações à RTP.

Leia as declarações completas.

30.07.2021
Rochele Nunes: «Foi uma nação que acreditou em mim e acho que dececionei Portugal»
Eurosport

Afastada nos oitavos-de-final das +78kg pela número 1 mundial Idalys Ortiz, Rochele Nunes não escondeu a emoção e até a revolta pela forma como caiu nos Jogos Olímpicos Tóquio'2020. Depois de no tatami ter soltado um bem audível "eu não merecia isto" enquanto chorava, à RTP a judoca lusobrasileira voltou a não conter a emoção e deixou um sentido pedido de perdão aos portugueses.

"Sabia que ia ser uma luta dura. Estava pronta para tudo. Estava melhor no combate, mas não sei o que faltou. Eu juro, preparei-me muito, abdiquei de muita coisa. Foi difícil estar aqui e estava pronta para todos os combates, estava pronta para ser campeã. Não consigo... Sei que tenho de ser grata pela minha vida, mas hoje estou até com vergonha porque foi uma nação que acreditou em mim e eu acho que dececionei Portugal. Só queria pedir desculpa a todos os portugueses que acreditaram em mim. Juro que dei o máximo, se não foi o suficiente, peço desculpa. Quero pedir desculpa aos meus amigos de treino, à minha família. Acho que fui uma deceção", começou por dizer a lusobrasileira.

Leia as declarações completas.

30.07.2021
Vela: dupla dos 470 consegue vitória em regata
Reuters

A dupla portuguesa do 470, composta por Diogo Costa e Pedro Costa, conquistou há momentos a quinta regata da sua classe, alcançando um resultado que permitirá dar um pulo na tabela geral, até ao 12.º posto. O duo luso completou a regata em 50:39 minutos, somente 7 segundos à frente da dupla turca e com 13 para a sul-coreana.

30.07.2021
Atletismo: Lorène Bazolo quarta na série dos 100 metros
Eurosport

A portuguesa Lorène Bazolo foi quarta na sua série dos 100 metros, com 11.31 segundos, ficando a um lugar do apuramento direto rumo às 'meias'. Na série da portuguesa viu-se um tempo canhão da costa-marfinense Marie-Josee Ta Lou, que com 10.78 fixou um novo recorde africano. Por outro lado, a segunda colocada Daryll Neita (10.96) conseguiu um novo recorde pessoal.

A portuguesa fica desde logo afastada das meias-finais, já que tem um tempo pior do que as três atletas não apuradas diretamente das outras eliminatórias.

30.07.2021
Andebol: Bahrain derrota Japão e segue na luta
Reuters

O Bahrain conquistou a primeira vitória da história no torneio olímpico de andebol, ao derrotar o anfitrião Japão por 32-30. Num duelo do grupo B, o mesmo de Portugal, os asiáticos sentiram dificuldades, chegaram ao descanso a perder por um golo (16-17), mas conseguiram dar a volta e chegar ao triunfo.

Husain Alsayyad e Mohamed Ahmed, ambos com sete golos, foram os melhores marcadores dos do Bahrain, os mesmos que o goleador japonês Hiroki Motoki.

Com este resultado, o Japão já está fora da luta pelo apuramento, ao passo que o Bahrain empata com Portugal no 4.º posto, ambos com 2 pontos.

30.07.2021
Atletismo: Lorène Bazolo quase aí

Com o afastamento de Rochele Nunes, a participação portuguesa nesta sessão da manhã segue dentro de momentos com a eliminatória dos 100 metros com Lorène Bazolo. Depois, às 6 horas, Antoine Launay discutirá o acesso à final em canoagem slalom. Neste momento decorrem também as regatas da vela, com os 49er, os 470 e Laser Radial em ação.

30.07.2021
Judo: Rochele Nunes afastada pela número 1 mundial
Eurosport

Acabou nos 'oitavos' das -78kg a participaração portuguesa no judo em Tóquio'2020. Diante da cubana Idalys Ortiz, a número 1 mundial, Rochele Nunes acabou por ser derrotada no golden score, num combate que contou com um final polémico. A lutadora lusa acabou mesmo em lágrimas.

30.07.2021
Judo: Rochele Nunes quase em ação

Depois de ter batido Melissa Mojica, Rochele Nunes vai defrontar dentro de poucos minutos a cubana Idalys Ortiz.

30.07.2021
Atletismo: eliminatórias em bom ritmo
Reuters

Correm-se de momento as eliminatórias dos 400 metros barreiras (com Karsten Warholm a 'passear'). Faltam duas séries antes do início das eliminatórias dos 100 metros com Lorène Bazolo (a portuguesa está na quarta série).

30.07.2021
Andebol: Japão e Bahrain em ação
Reuters

Entretanto, num jogo do Grupo B, o mesmo de Portugal, o Japão está a ganhar ao Bahrain por 17-16. Um resultado algo inesperado ao intervalo, que pode deixar as contas totalmente do avesso...

30.07.2021
Natação: chinês de ouro nos 200m estilos com 3.ª melhor marca da história
Reuters

A final dos 200 metros estilos só foi decidida na chegada, com o chinês Shun Wang a conquistar a medalha de ouro com 1.55,00 minutos, um recorde asiático que lhe valeu uma vitória fantástica, com o terceiro melhor tempo de sempre: apenas dois nadadores na história já nadaram abaixo dos 1.55 nesta prova: Ryan Lochte e Michael Phelps.

A 28 centésimos do chinês ficou o britânico Duncan Scott (1.55,28), enquanto o suíço Jeremy Desplanches surpreendeu ao ficar com o bronze (1.56,17). O norte-americano Michael Andrew, que era um dos candidatos à vitória, liderou até ao percurso de bruços, até que quebrou em livres e acabou em apenas quinto lugar. O veterano húngaro Laszlo Cseh terminou no sétimo posto.

30.07.2021
Andebol: Brasil garante primeira vitória no torneio masculino

Num sempre emotivo e repleto de rivalidade duelo com a Argentina, o Brasil venceu por 25-23 e assegurou a primeira vitória no Grupo A do torneio olímpico de andebol. Apesar da margem curta, a canarinha chegou a ter uma incrível vantagem de 12 golos, que acabou por quase deixar escapar. Com os primeiros pontos conquistados, os brasileiros continuam com chances de apuramento.

30.07.2021
Natação: Emma McKeon de ouro nos 100m livres e com recorde olímpico
Reuters

Numa das finais mais aguardadas do dia, a australiana Emma McKeon conquistou a medalha de ouro nos 100 metros livres, com 51,93 segundos, um novo recorde olímpico, melhorando a sua marca das eliminatórias (52,13), continuando a aproximar-se dos máximo mundial, que pertence à sueca Sarah Sjöström (51,71), que ficou em quinto lugar.

Siobhan Haughey, de Hong Kong, voltou a surpreender (já tinha sido segunda nos 200 livres) e ficou com a prata, com 52,27, ficando à frente da australiana Cate Campbell (52,52).

30.07.2021
Judo: Rochele Nunes avança nos +78kg

Rochele Nunes já está na 2.ª ronda de +78kg. A portuguesa afastou a portoriquenha Melissa Mojica, com um Waza-ari a 16 segundos do final.

30.07.2021
Natação: ouro e recorde olímpico para Evgeny Rylov
Reuters

Na segunda final do dia, o russo Evgeny Rylov conquistou a medalha de ouro dos 200 metros costas, com um novo recorde olímpico. O nadador que já tinha vencido os 100 costas realizou o tempo de 1.53,27 minutos, melhorando o anterior máximo olímpico de Tyler Clary (1.53,41 de Londres'2012). O norte-americano Ryan Murphy ficou com a prata (1.54,15), enquanto o britânico Luke Greenbank arrecadou o bronze (1.54,72). Os Estados Unidos viram interrompida a série de seis medalhas de ouros consecutivas nesta distância.

30.07.2021
Atletismo: finalistas nos obstáculos conhecidos

Entretanto já temos a lista dos qualificados para a final dos 3000 metros obstáculos, prova que teve há pouco as suas qualificações. Sem grandes surpresas. A saber: Lamecha Girma (ETI), MIURA Ryuji (JAP), Benjamin Kigen (QUE), Abrhama Kibiwot (QUE), Getnet Wale (ETI), Ahmed Abdelwahed (ITA), Matthew Hughes (CAN), Ala Zoghlami (ITA), Yemane Haileselassie (ERI), Mohamed Tindouft (MAR), John Gay (CAN), Benard Keter (EUA), Soufiane El Bakkali (MAR), Topi Raitanen (FIN) e Alexis Phelut (FRA).

30.07.2021
Natação: recorde do Mundo para Tatjana Schoenmaker

Na primeira final do dia na natação (os 200m bruços femininos), a sul-africana Tatjana Schoenmaker confirmou o seu favoritismo e conquistou a medalha de ouro... com um novo recorde mundial! Depois de já ter batido nas meias-finais o máximo olímpico, Schoenmaker fez 2.18,95 minutos, melhorando a antiga melhor marca mundial, que pertencia à dinamarquesa Rikke Moller Pedersen (2.19, 19). A sul-africana bateu as norte-americanas Lilly King (2.19,92) e Annie Lazor (2.20,84). Destaque ainda para a russa Evgeniia Chikunova, de apenas 16 anos, que ficou em quarto lugar.

30.07.2021
Rodrigo Torres boquiaberto com receção: «Não estava nada à espera disto. Estou emocionado»

O cavaleiro português Rodrigo Torres, 16.º no Ensino Equestre e oitavo na prova por equipas nos Jogos Olímpicos Tóquio'2020, foi na quinta-feira recebido em apoteose e surpreendido por 10 cavalos no aeroporto de Lisboa.
 
Cerca de meia centena de pessoas, envergando cartazes e bandeiras de Portugal, aguardaram que Rodrigo Torres cruzasse os pórticos da zona de chegada do aeroporto de Lisboa, para fazerem ouvir ao seu apoio e orgulho na participação do cavaleiro alentejano nos Jogos Olímpicos.
 
"Esta foi uma grande surpresa. Não estava nada à espera disto. Estou emocionado. Não estava à espera de chegar onde cheguei. Tentei fazer o melhor, como sempre, mas o cavalo superou-se e chegámos à final e conseguimos o que nunca pensei", começou por dizer.

30.07.2021
Natação: Dressel 'responde' a Milak...
Reuters

E aí está a resposta de Caeleb Dressel ao húngaro Kristof Milak! O norte-americano recuperou o seu recorde olímpico, ao vencer a segunda meia-final dos 100 metros mariposa com 49,71 segundos, aproximando-se do seu recorde mundial (49,50). Amanhã, Dressel vai procurar conquistar o seu segundo ouro em provas individuais, depois de já ter vencido os 100 metros livres: competirá ainda nos 50 metros livres e (à partida) em duas estafetas.

30.07.2021
Natação: arranque da jornada promete

As meias-finais dos 100 metros mariposa começaram em grande estilo, com o húngaro Kristof Milak a vencer a primeira série... com um novo recorde olímpico (50,31 segundos), melhorando a marca que o norte-americano Caeleb Dressel (50,39) tinha fixado nas eliminatórias. E Dressel vai agora tentar responder na segunda meia-final...

30.07.2021
Natação: e agora vamos à piscina...

Depois das medalhas do remo, vamos agora para o Centro Aquático de Tóquio, para a entrega de mais quatro títulos olímpicos. A saber:
2:41 - natação (200m bruços femininos)
2:50 - natação (200m costas masculinos)
2:59 - natação (100m livres femininos)
3:16 - natação (200m estilos masculinos)

30.07.2021
Remo: finais do dia já estão fechadas
Reuters

Estão fechadas as primeiras finais do dia, antes de irmos para as da natação. Foi no remo, com a definição dos pódios de skiff e oito masculinos e femininos.

E a maior história é mesmo a da primeira final do dia, do skiff feminino, com a neozelandesa Emma Twigg a conseguir finalmente uma medalha, depois de ter sido quarta em Londres e no Rio de Janeiro. Ora, depois de ter batido na trave por duas vezes - e de até se ter retirado após o Rio - Twigg voltou e foi mesmo buscar o ouro, batendo pelo caminho a russa Hanna Prakatsen e a austríaca Magdalena Lobnig.

Já nos homens o título foi para o grego Stefanos Ntouskos, que consegue mesmo dar a primeira medalha ao seu país. A prata foi para Kjetil Borch (Noruega) e o bronze para Damir Martin (Croácia).

Quanto à final feminina de oito com timoneiro, o título foi para o Canadá, à frente da Nova Zelândia e China. Nos homens, a Nova Zelândia levou o ouro, numa luta na qual se superiorizou à Alemanha e Grã-Bretanha.

30.07.2021
Chuva afeta provas
Reuters

Esperam-se más condições climatérias para esta jornada de sexta-feira nos Jogos Olímpicos e já tivemos algumas competições a serem afetadas, como o hóquei de campo ou BMX, que viu o primeiro encontro da jornada -- entre Espanha e Austrália -- ser adiado. O ténis, mais logo, poderá ter de prosseguir a decisão das medalhas com o teto do court central fechado...

30.07.2021
Uma história insólita para começar o dia...

Os Jogos Olímpicos são palco de vários recordes, respeitantes ao desempenho dos atletas, sejam eles positivos ou negativos, mas também são cenário para algumas histórias peculiares. Algumas de superação, outras insólitas. Uma das que mais recentemente nos chegou ao conhecimento não é propriamente algo de insólito, mas não deixa de merecer o destaque, mais que não seja pelo aspeto curioso da mesma. Falamos do maior apelido de uma atleta nestes Jogos Olímpicos. E acredite, o apelido é grande. Bem grande!

Leia tudo aqui.

30.07.2021
Atletismo: Lorène Bazolo já conhece adversárias

Cumpridas as rondas preliminares dos 100 metros, Lorène Bazolo já conhece a concorrência para a sua eliminatória rumo às meias-finais. A portuguesa está colocada na série 4, com partida marcada para as 4.39 (hora de Lisboa), tendo o sexto melhor tempo das presentes, isto numa série na qual entra a costa-marfinense Marie-Josée Ta Lou.

30.07.2021
Os destaques do dia

Além das finais, no dia de hoje teremos outros eventos em destaque.

No basquetebol a seleção norte-americana volta a entrar em ação - frente ao Japão -, num dia com um França-Nigéria e China-Austrália em destaque.

No futebol teremos o arranque dos 'quartos' femininos, com vários jogos que prometem, nomeadamente o Brasil-Canadá, Suécia-Japão e Holanda-Estados Unidos.

No andebol atenção ao dérbi sul-americano entre Argentina e Brasil, mas também o titânico duelo entre França e Espanha e ainda o Alemanha-Noruega. E, claro, o Portugal-Dinamarca, que arranca às 11.30.

No judo destaque para a entrada em cena do francês Teddy Riner, que vai tentar a sua terceira medalha olímpica, ao passo que no ténis teremos a disputa das meias-finais masculinas com Novak Djokovic a testar-se diante de Alexander Zverev.

À 1 hora arranca o atletismo, já com sessões preliminares dos 100 metros femininos, a qualificação do salto em altura, dos 3000 metros obstáculos e do disco masculinos.

30.07.2021
Telma Monteiro na chegada a Lisboa: «Não me sinto desiludida, sinto-me triste»

Telma Monteiro chegou esta noite a Lisboa após a participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A judoca, que foi eliminada na segunda ronda da categoria -57kg, admitiu estar triste pelo desfecho na capital nipónica, onde não conseguiu repetir o feito alcançado no Rio de Janeiro em 2016 - medalha de bronze.

Leia as declarações.

30.07.2021
Atletismo: conheça a equipa portuguesa num vídeo em anime

Arranca esta madrugada a caminhada portuguesa no atletismo em Tóquio'2020 e para assinalar esse marco a Federação Portuguesa de Atletismo apresentou em versão anime (não fosse o Japão o país conhecido historicamente pelos desenhos animados) os elementos convocados para representar o nosso país. Uma produção muito bem conseguida que deixa água na boca para o que aí vem nas pistas nos próximos dias.

A carregar o vídeo ...
Atletismo apresenta equipa para Tóquio'2020 em versão anime
30.07.2021
As finais do dia

Num dia marcado pela estreia do atletismo no programa, teremos 21 finais a atribuir medalhas - uma delas precisamente no atletismo, com os 10000 metros. Além dessa decisão, voltaremos a ter ação na piscina, decisões no remo, no ciclismo e ainda no ténis ou judo.

1:33 - remo (skiff feminino)
1:45 - remo (skiff masculino)
2:05 - remo (oito feminino)
2:25 - remo (oito masculino)
2:41 - natação (200m bruços femininos)
2:50 - natação (200m costas masculinos)
2:59 - natação (100m livres femininos)
3:16 - natação (200m estilos masculinos)
3:40 - ciclismo (BMX, final masculina)
3:50 - ciclismo (BMX, final feminina)
6:00 - tiro (pistola a 25 metros femininos)
6:50 - ginástica (trampolim femininos)
7:00 - ténis (final pares masculinos)
7:30 - badminton (final pares mistos)
8:00 - canoagem slalom (caiaque masculino)
8:45 - tiro com arco (torneio feminino)
9:00 - judo (+78kg femininos)
9:00 - judo (+100 masculinos)
11.30 - esgrima (espada por equipas masculinos)
12:30 - atletismo (10000m masculinos)
13:00 - ténis de mesa (torneio masculino)

30.07.2021
O menu do dia
30.07.2021
Equipa de equestre já está em Lisboa

A equipa de equestre que esteve em Tóquio, numa caminhada com um diploma olímpico e um 16.º posto final, foi há pouco recebida desta forma no Aeroporto de Lisboa.

30.07.2021
O programa dos portugueses

A jornada desta sexta-feira é provavelmente menos preenchida do que a dos últimos dias, mas vamos ter muitos pontos de interesse no que aos portugueses diz respeito. Especialmente pela estreia do atletismo, com a entrada em cena das potenciais medalhadas Patrícia Mamona e Auriol Dognmo - na jornada de hoje irão fazer as qualificações -, mas também por novo jogo da Seleção de andebol. E não esquecer o judo, com Rochele Nunes, e ainda a canoagem slalom, com Antoine Launay.

Eis o programa completo

3:00 - Rochele Nunes (Judo, +78kg, 1.ª ronda, vs. Melissa Mojica)
4:15 - Lorene Bazolo (Atletismo, 100m, eliminatórias)
4:00 - Jorge Lima e José Costa (Vela, 49er, regata 7, 8 e 9)
4:00 - Diogo Costa e Pedro Costa (Vela, 470, regata 5 e 6)
4:00 - Carolina João (Vela, Laser radial, regatas 9 e 10)
6:00 - Antoine Launay (Canoagem, Meia-final)
11:05 - Evelise Veiga (Atletismo, Triplo salto, qualificação)
11:05 - Patrícia Mamona (Atletismo, Triplo salto, qualificação)
11:25 - Auriol Dongmo (Atletismo, Peso, qualificação)
11:30 - Seleção masculina (Andebol, vs. Dinamarca)

30.07.2021
Arranca mais uma jornada

Bom dia! Cá estamos mais uma vez para acompanhar tudo o que se passa em Tóquio'2020, já minimamente recuperados das emoções da medalha de Jorge Fonseca no judo. Esta sexta-feira haverá mais motivos para seguir atentamente a caminhada dos portugueses, sem colocar de parte uma possível surpresa no que aos resultados diz respeito. Tudo para seguir, como sempre, aqui em Record.

Por Fábio Lima e José Morgado
1
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Tóquio 2020

Notícias