Europeus: Yahima Ramirez fecha participação portuguesa com 5.º lugar

Luso-cubana esteve muito perto de conquistar o bronze

• Foto: Pedro Ferreira

A judoca Yahima Ramirez alcançou este sábado o melhor resultado da delegação portuguesa no terceiro e último dia dos Europeus de Telavive, competição em que terminou em quinto lugar.

A judoca, de origem cubana, a competir nos -78 kg, esteve muito perto de repetir a única medalha que tem em Europeus, quando em 2008, em Lisboa, foi medalha de bronze, embora conte no palmarés com um ouro nos Pan-americanos, quando representava Cuba.

Este sábado, no Centro de convenções de Telavive, Yahima Ramirez precisou apenas de vencer um combate, com a sua categoria a ter apenas 16 inscritas, para se situar na luta pelas medalhas, mas fê-lo diante da russa Anastasiya Dmitrieva (14.ª do mundo).

Na luta pelo acesso às meias-finais, a luso-cubana (30.ª do ranking mundial) perdeu com a holandesa Karen Stevenson, sexta judoca do ranking mundial, por waza-ari, a segunda pontuação mais alta.

Já na repescagem, Yahima fez o seu melhor combate, frente à kosovar Loriana Kuka (40.ª), ao vencer por ippon aos 1.28 minutos. Já no despique pelo bronze, a judoca encontrou a terceira melhor do mundo, a britânica Natalie Powell, e perdeu com três castigos.

Com um percurso parecido ao de Yahima Ramirez, também nos -78 kg, Patrícia Sampaio (55.ª) acabou em sétimo, ao vencer o seu primeiro combate na fase de grupos, com a ucraniana Anastasiya Turchyn (oitava), para perder de seguida com a francesa Madeleine Malonga (nona).

Relegada para o quadro de bronze, Patrícia Sampaio perdeu novamente, com a alemã Ana Maria Wagner (17.ª), por ippon.

Uma das esperanças portuguesas em medalhas recaia em Jorge Fonseca (-100 kg), um dos quatro judocas lusos, entre os 15, que tinha estatuto de cabeça de série, mas o olímpico caiu também na repescagem.

O judoca do Sporting, sétimo da hierarquia mundial, venceu dois combates na fase de grupos, com o austríaco Laurin Boehler (17.º) e o estónio Grigori Minaskin (48.º), mas perdeu no acesso às 'meias' com o francês Cyrille Maret (14.º).

No quarto combate, o primeiro de dois possíveis na repescagem, foi eliminado pelo azeri Zelym Kotsoiev (77.º), por ippon, com três castigos e depois do combate ter estado empatado, com cada judoca a ter um waza-ari.

Portugal despede-se dos Europeus de Telavive com uma medalha de bronze, da 'inevitável' Telma Monteiro, que alcançou em Israel a sua 12.ª medalha em 12 Europeus, desde que em 2004, com 18 anos, ainda a competir nos -52 kg, conquistou o primeiro bronze.

Telma Monteiro soma em Europeus cinco medalhas de ouro, uma de prata e seis de bronze.

De Telavive, a delegação de 15 judocas portugueses traz ainda dois quintos lugares, de Yahima Ramirez e Anri Eguridze, e três sétimos, de Jorge Fonseca, João Crisóstomo e Patrícia Sampaio.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Judo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0