Record

Nuno Saraiva perde ao terceiro combate no Grande Prémio de Budapeste

Venceu dois combates e perdeu ao terceiro por ippon

• Foto: David Martins
O judoca Nuno Saraiva (-73 kg) foi este sábado o melhor português no segundo dia do Grande Prémio de Budapeste, ao vencer dois combates, perdendo ao terceiro, com o mongol Obbayan Ganbaatar, por ippon.

O olímpico português tinha vencido o holandês Kenneth Henneveld e o jordano Salman Eyal Younis, ambos por ippon, antes de perder com o vencedor do Grand Slam de Baku de 2017.

Na mesma categoria, Jorge Fernandes estreou-se com cubano Magdiel Estrada, a quem venceu por ippon, mas cedeu de seguida por waza-ari frente ao polaco Wiktor Mrowczynski (medalha de prata no Open de Madrid 2018).

Nos -81 kg, Anri Egutidze, que este ano obteve vários pódios para Portugal, em Agadir, Tblisi ou Zagreb, e era um dos favoritos, caiu no combate de estreia, frente ao italiano Christian Parlati.

Na sexta-feira, em Budapeste, Portugal também não tinha tido um bom dia, com várias eliminações, entre as quais a de Telma Monteiro, com a medalha de bronze olímpica dos -57 kg, a perder logo com a austríaca Sabrina Filzmoser.

A participação lusa na capital húngara encerra no domingo, com a entrada em competição das categorias mais pesadas, com Yahima Ramirez (-78 kg), João Martinho (-90 kg) e Jorge Fonseca (-100 kg).
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Judo

Os cegos também lutam

Realização inédita de um Mundial IBSA foi ontem apresentada no Pavilhão Multiusos de Odivelas
Notícias

Notícias Mais Vistas

M