Telma Monteiro diz adeus às provas de qualificação

Pode perder estatuto de cabeça-de-série para os Jogos

• Foto: Benfica

A melhor judoca portuguesa de sempre, Telma Monteiro, foi ontem operada com sucesso ao ligamento lateral interno e menisco do joelho esquerdo, o que implica uma paragem de cerca de três meses para a recuperação. Em princípio, a 4ª classificada no ranking mundial (57 kg) deverá ter a qualificação assegurada para os Jogos Olímpicos. Mas poderá perder, entretanto, o estatuto de cabeça-de-série na prova brasileira, pois está praticamente afastada das provas que restam de qualificação para o Rio’2016, cuja agenda se conclui com o Masters de Guadalajara (Espanha), a 28 e 29 de maio.

José Manuel Constantino, presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP), foi das primeiras personalidades a deslocar-se ao Hospital da CUF, Infante Santo (Lisboa), a fim de se inteirar do estado de saúde da cinco vezes campeã europeia e quatro vezes vice-campeã mundial: "Visitei-a e encontrei-a bem-disposta, sorridente e com muita motivação para a recuperação que se segue. Transmiti-lhe que o mais importante é recuperar a pessoa, depois a atleta e só no fim a campeã, sem queimar etapas. Sem pressas. Telma já demonstrou todas as suas qualidades desportivas e, mais do que ninguém, está desejosa de voltar a fazer aquilo que mais gosta, que é competir ao mais alto nível."

Também o Benfica deu força à sua pérola olímpica, uma das candidatas às medalhas no Rio’2016: "Telma Monteiro já sorri, após operação. Pára três meses e mantém-se focada nos objetivos para 2016. Força, campeã."

E Telma Monteiro sossegou os muitos fãs nas redes sociais: "Correu tudo bem na operação. Três meses de recuperação e muita luta. Obrigada ao dr. Pereira de Castro e a toda a sua equipa."

Já a Federação (FPJ) emitiu um comunicado desejando "as melhoras" à atleta olímpica.

Recorde-se que Telma Monteiro, de 30 anos, lesionou-se há 11 dias, no estágio realizado pela Seleção Nacional, que se seguiu ao Grand Slam de Paris, prova onde a judoca das águias não se apresentou para defender o título de 2015.

Telma corre pela presença numa quarta olimpíada, depois dos Jogos de Atenas’2004, onde foi 9ª classificada, Pequim’2008 (9ª), e Londres’2012 (17ª).

A esperança de uma subida ao pódio no Rio’2016 mantém-se. Nos Jogos Europeus de Baku, Telma Monteiro também vinha de uma recuperação a lesão e sagrou-se campeã.

Por Alexandre Reis
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Judo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.