Alonso vence em Spa-Francorchamps e dá título mundial de Resistência à Toyota

Piloto espanhol brilhou e a marca japonesa acabou a celebrar

• Foto: Getty Images

A vitória do espanhol Fernando Alonso nas 6 Horas de Spa-Francorchamps, do Mundial de Resistência (WEC), permitiu à Toyota festejar o título de construtores, numa prova em que os dois portugueses falharam o pódio.

Quando fica a faltar apenas disputar as 24 Horas de Le Mans, a equipa de Fernando Alonso, que inclui ainda o japonês Kazuki Nakajima e o suíço Sébastien Buèmi, ficou a um sétimo lugar de se sagrar campeã mundial, tendo 31 pontos de vantagem sobre os segundos classificados, no outro Toyota, o argentino José María 'Pechito' López, o japonês Kamui Kobayashi e o inglês Mike Conway.

A prova deste sábado, na Bélgica, terminou 10 minutos mais cedo do que o previsto, numa altura em que o pelotão já rodava atrás do safety car conduzido pelo português Pedro Couceiro, devido ao mau tempo que se fez sentir e que incluiu a queda de neve.

A equipa de Alonso deixou o Rebellion dos segundos classificados, os franceses Nathanael Berthon e Thomas Laurent e do norte-americano Gustavo Menezes, a uma volta.

Para o espanhol, esta foi a terceira vitória do ano, depois de ter vencido as 24 Horas de Daytona, as 1000 milhas de Sebring, ambas nos Estados Unidos, e agora as 6 Horas de Spa-Francorchamps.

Já o português António Félix da Costa, que fez dupla com o brasileiro Augusto Farfus num BMW, foi 18.º da geral, quarto da categoria LM GTE PRO.

"Foi uma corrida de loucos. O fator estratégia acabou por ditar o resultado e penso que poderíamos ter ido mais além, mas, na última hora, optámos por pneus semi slicks (lisos) na perspetiva de que a pista iria secar, mas acabou por cair novo dilúvio e caímos para o quarto lugar", explicou o piloto de Cascais.

"De qualquer forma estivemos muito fortes durante a corrida, com a melhor volta registada. Foi uma excelente forma de prepararmos a grande corrida que se aproxima, as 24 horas de Le Mans. Agora é analisar tudo detalhadamente, para que em Le Mans tudo funcione, desde procedimentos, estratégias e também especial atenção a eventuais problemas mecânicos", frisou.

Na LM GTE AM, Pedro Lamy (Aston Martin) foi sexto classificado, juntamente com o canadiano Paul dalla Lana e o austríaco Mathias Lauda.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Automobilismo

Notícias

Notícias Mais Vistas