Barbosa e Albuquerque ficaram a quatro segundos da vitória nas 12 horas de Sebring

Pódio ocupado por carros da marca Cadillac, com a vitória a sorrir aos brasileiros Felipe Nasr e Pipo Derani e ao norte-americano Eric Curran

• Foto: Instagram

Os portugueses João Barbosa e Filipe Albuquerque (Cadillac) terminaram este domingo em terceiro lugar nas 12 Horas de Sebring, prova do campeonato americano de resistência, a 4,023s dos vencedores.

A dupla lusa, à qual se juntou o neozelandês Brendon Hartley, antigo piloto da Toro Rosso na Fórmula 1, acusou alguma falta de andamento, numa prova marcada pela muita chuva, apesar de ter passado pela liderança várias vezes.

O pódio foi inteiramente ocupado por carros da marca Cadillac, com a vitória a sorrir aos brasileiros Felipe Nasr e Pipo Derani e ao norte-americano Eric Curran, num carro preparado pela Whelen Engineering, que completaram 348 voltas nas 12 horas de corrida.

"Quando se faz uma corrida perfeita, sem erros e sem percalços, espera-se a vitória. Mas infelizmente não fomos só nós a ter uma corrida perfeita e uma ligeira falta de andamento não nos permitiu suplantar os nossos adversários. Não estamos totalmente felizes, porque chegámos a Sebring a pensar que só a vitória interessava", explicou Filipe Albuquerque, que tinha vencido esta prova há um ano.

Agora segue-se a prova de Long Beach, a 13 de abril, em que a dupla lusa aponta à vitória.

"Um pódio é sempre um pódio e foram pontos muito importantes. Não nos contentamos só com isto e vamos à procura de mais. Somar vitórias está nos nossos horizontes já para a próxima corrida", concluiu Albuquerque.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Automobilismo

Notícias

Notícias Mais Vistas