Equipa pediu fotos em topless a piloto finlandesa em troca de um lugar nas Indy Ligth

Emma Kimiläinen revela o estranho pedido numa conversa num podcast

• Foto: Instagram

A piloto finlandesa Emma Kimiläinen, de 31 anos, contou no podcast 'Shikaani' que foi vítima há 10 anos de um comportamento reprovável por parte de uma equipa que compete nas Indy Lights (nos EUA), cujo nome não quis revelar. Disse apenas que a equipa era patrocinada por uma revista masculina erótica.

"Aconteceram-me muitas coisas ao longo dos meus 28 anos de carreira e uma delas foi quando me ofereceram um lugar nas Indy Lights, há 10 anos. Preparava-me para me apresentar na equipa mas resolvi pedir mais detalhes. Disseram-me que tinham tido alguns desentendimentos com o sócio, queriam fotos minhas em biquíni e em topless. Perguntei o que se passava, até que percebi que o tal sócio era uma revista masculina erótica. Recusei logo." 

"Hoje aquela proposta parece absurda e incorreta, mas o mundo era muito diferente há 10 anos no que diz respeito aos direitos da mulher e à igualdade em geral. Em competição havia raparigas com pouca roupa e mulheres que mostravam uma imagem sexista associada à indústria dos automóveis. Eu própria encarei isto com humor, como uma das loucuras que me aconteceram durante estes anos...", acrescentou a piloto.

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Automobilismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.