Félix da Costa foi melhor português em Sebring

Fernando Alonso está mais perto do título no Mundial de Resistência

• Foto: EPA

António Félix da Costa (BMW) foi o melhor português nas míticas 1000 Milhas de Sebring do Mundial de Resistência, ao terminar na 16.ª posição uma prova ganha pelo Toyota do espanhol Fernando Alonso.

Félix da Costa, que fez equipa com o brasileiro Augusto Farfus e o canadiano Bruno Spengler, terminou na sétima posição da categoria LM GTE PRO.

A corrida, disputada maioritariamente de noite, foi afetada por chuva intensa na última meia hora.

Fernando Alonso, juntamente com o suíço Sébastien Buémi e o japonês Kazuki Nakajima, dominou a prova americana, sobretudo a partir do momento em que o outro Toyota, do argentino Pechito Lopez, do japonês Kamui Kobayashi e do britânico Mike Conway, embateu num Aston Martin e perdeu quatro minutos nas boxes a reparar os danos na carroçaria.

O antigo bicampeão mundial de Fórmula 1 terminou com 8:00.38,186 horas, deixando os segundos classificados a uma volta de distância.

Com esta vitória, a equipa de Fernando Alonso dilatou a vantagem na frente do campeonato, pois Sebring vale 32 pontos ao vencedor, contra 23 para o segundo, com um ponto adicional pela 'pole position', tendo agora 120 pontos contra os 105 do segundo Toyota.

Em caso de vitória nas 6 Horas de Spa-Francorschamps, a 02 de maio, e de desistência da equipa de Pechito Lopez, Alonso pode festejar o título mundial de resistência ainda antes das 24 Horas de Le Mans.

Já o outro português, Pedro Lamy, que partilhou o Aston Martin com o canadiano Paul Dalla Lana e o austríaco Mathias Lauda, foi 27.º da classificação geral, a 34 voltas do vencedor, nono da categoria GTE AM

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Automobilismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.