Tiago Monteiro diz que "Estoril é uma boa escolha" para o WTCR

"É impossível controlar o público num circuito citadino, temos de nos adaptar", sublinhou

O piloto português Tiago Monteiro (Honda) entende que a eleição do circuito do Estoril para substituir Vila Real no calendário da Taça do Mundo de Carros de Turismo (WTCR) foi "uma boa escolha".

Em declarações à agência Lusa antes do arranque do campeonato, em que participa pela 14.ª temporada consecutiva, Tiago Monteiro admite que, "por um lado, é pena não ir a Vila Real, por todo o ambiente, pelo carinho dos fãs, é uma experiência incrível".

O piloto português, no entanto, diz "entender" a mudança de local para a prova portuguesa, a segunda das oito previstas no calendário.

"Temos de nos adaptar a estas novas regras da pandemia. É impossível controlar o público no circuito citadino. É uma boa escolha ir ao Estoril", frisou Monteiro.

Contudo, o piloto do Honda Civic tem consciência que, ao contrário do que acontecia em Vila Real, o Estoril "não é o circuito ideal" para o carro nipónico.

"O nosso Honda foi sempre muito forte nos circuitos citadinos. É uma vantagem com o nosso chassis. E eu tenho tendência a uma performance muito boa nos citadinos, resulta bem. Vamos ver o que acontece com Macau", disse Tiago Monteiro, antes de enaltecer que "o Algarve também seria uma boa escolha".

Sobre a pista do Estoril, Tiago Monteiro explica que é "mais uma pista clássica, à antiga." "Recebeu F1. Tem curvas a alta velocidade, subidas e descidas. O sítio é agradável".

O francês Yann Ehrlacher (Lynk & Co) sagrou-se campeão em 2020, num ano atípico, com apenas seis rondas, em que Tiago Monteiro terminou na 15.ª posição, com 75 pontos.

Em 2021, prevê-se um regresso condicionado à normalidade, com a substituição de dois circuitos citadinos (Marraquexe e Vila Real) por dois em autódromos (Estoril e Adria, em Itália), para um melhor controlo das entradas do público, por causa da pandemia de covid-19.

Este ano, regressa ao campeonato o britânico Rob Huff, antigo campeão, bem como o espanhol Jordi Gené, que já passou pela Fórmula 1.

Tiago Monteiro volta a competir pela Honda ALL-INKL.DE da Münnich Motorsport.

O campeonato terá oito rondas, começando em 3 de junho, no circuito de Nurburgring, na Alemanha, e terminando em 21 de novembro, em Macau, no Circuito da Guia.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Automobilismo

Notícias

Notícias Mais Vistas