Tiago Monteiro: «Estou muito confortável com este início de temporada»

Piloto assina parceria com entidade bancária portuguesa e promete lutar pelo título mundial no WTCC

• Foto: DR Record

Tiago Monteiro esteve esta quarta-feira presente na capital francesa para assinar um acordo com o BCP, que passa a ser um dos patrocinadores do piloto luso. Record falou, em Paris, com o experiente atleta, de 40 anos, que ganhou mais um aliado na corrida ao título da WTCC. Começou por explicar como surgiu esta parceria.

"Foi através um contacto que tenho que surgiram as primeiras conversas com a parte marketing do banco. Obviamente que para um piloto é necessário procurar novas parcerias. Eu tenho um contrato com a Honda, mas claro que patrocinadores pessoais são sempre uma mais-valia, porque há sempre oportunidades para divulgar e trabalhar as marcas que represento. Esta parceria encaixa muito bem nas novas campanhas de seguros automóveis que o banco vai lançar já no próximo mês e isso, aliás, calha durante a prova em Vila Real, a etapa portuguesa da WTCC. Chegámos então a um acordo rapidamente. Tenho um grande prazer em representar marcas portuguesas ou franco-portuguesas, devido às minhas ligações com a França, onde vivi durante 12 anos, dos 5 aos 17", explicou o piloto luso.

Feliz com o acordo celebrado, Tiago Monteiro não esquece, todavia, o principal foco, no momento, que passa pela conquista do Campeonato do Mundo de carros de turismo (WTCC), que lidera actualmente.

"Daqui a sensivelmente uma semana, vou para a Hungria para a 3.ª etapa do Mundial. Vai ser mais um desafio. Por enquanto, eu estou muito confortável com este início de temporada, que tem sido muito bom, porque estou na liderança, mas sei que rapidamente as coisas mudam. Temos que ter cabeça fria, os pés bem assentes no chão, trabalhar muito, preparar todos os detalhes para que as coisas continuem bem. A Hungria não sei se vai ser uma pista boa para nós, mas, de qualquer forma, vou dar o meu máximo", prometeu o atleta português.

Para Tiago Monteiro, este início de época não era previsível, mas encara-o como o resultado do trabalho que tem desenvolvido.

"Esperava que pudesse ser assim, porque sabíamos que tínhamos feito um bom trabalho durante o inverno. No ano passado foi um bom ano, terminei em 3.º lugar do campeonato, mas faltava alguma coisa. Trabalhámos muito durante o inverno, demos um passo em frente e, nitidamente, estamos melhor, mas ainda não estamos a dominar e não vamos ganhar todas as corridas. Estamos capazes de lutar pelos primeiros lugares. Vai haver fins-de-semanas bons e outros piores. É importante para mim estar sempre ali nos cinco primeiros lugares e ganhar quando é possível. O meu objetivo é lutar pelo título de campeão do mundo como fiz no ano passado, mas desta vez tentar ganhar. Para ser campeão do mundo é preciso estar na equipa certa, no momento certo e ter muito sorte", concluiu o piloto português.

Tiago Monteiro (Honda) tem actualmente 85 pontos, tendo vencido a corrida principal em Marraquexe, Marrocos, na primeira prova da temporada. De notar que o sueco Thed Björk (Volvo), que ocupa o 2.º lugar, com 70 pontos, venceu as duas últimas corridas realizadas em Itália, no Circuito de Monza.

A próxima prova é na Hungria, no dia 14 de maio, no Circuito de Hungaroring.

Por Marco Martins
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Automobilismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.