Record

Viagem pelo Senegal rural e profundo

Percurso começa em Barkedji

Viagem pelo Senegal rural e profundo
Viagem pelo Senegal rural e profundo

A edição 2013 do Dakar Desert Challenge, que promete grandes momentos de todo-o-terreno e descoberta cultural, iniciará uma fantástica rota com inicio em Barkedji, passando por Vélingara, Payar e terminando em Koumpentoum.

Nestes locais as pessoas só se deslocam em carroças puxadas por burros ou cavalos, não existem viaturas motorizadas. Os aldeões vivem de agricultura de subsistência e do pastoreio de gado. Vacas, cabras e ovelhas são o sustento deste povo. Existe igualmente uma variedade enorme de aves de todas as cores e feitios ao longo do traçado senegalês.

O Sahel, depois a Savana e por fim a floresta densa. A rota de oeste para este no interior do Senegal é como uma viagem atrás no tempo. Sucedem-se aldeias pitorescas de grande beleza, maioritariamente habitadas por famílias da etnia Fulani. Os Fulani, conhecidos também por Peul, são o povo nómada mais numeroso do mundo, sendo a sua origem ainda hoje desconhecida. Vivem na África Ocidental, a maioria na região do Sahel, onde, juntamente com a etnia Hausa que constitui o maior grupo étnico da região, soma em torno de 30 milhões de pessoas.

No Senegal é possível encontrar cerca de um milhão de Fulanis, enquanto que os restantes se encontram dispersos sobretudo pelo Mali, Guiné, Camarões, Níger e Burkina Faso e Guiné-Bissau e em menor número no Gana, Mauritânia, Serra leoa, Togo e Chad. Estes povos estiveram entre os primeiros grupos étnicos a abraçar o islamismo em África.

As inscrições no Dakar Desert Challenge terminam a 31 de outubro de 2013.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Desert Challenge

Notícias

Notícias Mais Vistas

M