Ferrari ameaça abandonar o campeonato

Sergio Marchionne descontente com as propostas da Liberty Media para a F1

• Foto: EPA

Os planos da Liberty Media para a F1 não são propriamente do agrado das equipas e, depois da Mercedes e da Renault se terem mostrado contra, agora foi a vez da Ferrari. Mas de forma bem mais veemente. A escuderia italiana, a mais laureada de sempre, ameaça mesmo deixar o campeonato se as propostas dos novos donos passarem à prática.

"A Liberty tem boas intenções, como por exemplo reduzir custos, mas há coisas com as quais não concordamos. Chegámos a um ponto em que os motores da F1 se tornaram únicos", disse o presidente da ‘scuderia’, Sergio Marchionne, referindo-se à intenção da Liberty de introduzir motores mais baratos, mais ruidosos e mais simples a partir de 2021.

"Tem de ficar claro que, a não ser que tenhamos um conjunto de circunstâncias cujos resultados beneficiem a marca, o mercado e reforcem a posição única da Ferrari, então não iremos a jogo", concluiu Marchionne.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.