Gerhard Berger minimiza acidente e elogia rivalidade Hamilton-Verstappen: «É isto que a F1 precisa»

Antigo piloto austríaco gostava de ver um terceiro piloto, da Ferrari, metido ao barulho

Gerhard Berger
Gerhard Berger
Gerhard Berger

Gerhard Berger, antigo piloto de Fórmula 1, minimizou o incidente ocorrido entre Lewis Hamilton e Max Verstappen, em Monza, e não tem dúvidas que a competição precisava de uma rivalidade assim, depois de largos anos de domínio da Mercedes.

"Já se disse muito sobre o que aconteceu em Monza e para mim tudo não passou de um incidente de corrida", disse o antigo piloto austríaco - que ganhou provas ao serviço da Benetton, da Ferrari e da McLaren -, em declarações ao site 'autosport.com'. "Se me pedirem para dizer quem podia ter evitado o que aconteceu, diria que o Max. Foi por isso que sofreu penalizações na grelha."

Os dois pilotos chocaram em Monza, com o Red Bull de Max Verstappen a 'galgar' o Mercedes de Hamilton. O britânico foi salvo pelo 'halo'...

"Mas isto é exatamente o que a Fórmula 1 precisa. Esta competição. Finalmente temos dois tipos a correr um contra o outro e é ainda melhor pelo facto de estarem em equipas diferentes. Conseguem imaginar como seria se houvesse um terceiro piloto, da Ferrari, a lutar com eles? As bancadas iam encher-se novamente", atirou Berger, responsável pelo DTM.

O acidente que acabou com a corrida de Hamilton e Verstappen em Monza

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas